carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Via Rápida tem cursos no setor de transporte



07/08/2013

Fonte: SDECT

Mais de 3,5 mil pessoas ser]ap capacitadas para o setor de transporte (Divulgação)A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo – SDECT vai capacitar neste semestre 3.588 profissionais para o setor de transporte. A iniciativa, realizada pelo programa Via Rápida Emprego, oferece cursos gratuitos para quem deseja investir na profissão ou está em busca de oportunidades no mercado de trabalho.

As capacitações são intensivas, com duração de até três meses, e estão distribuídas em 39 municípios de acordo com as demandas regionais. São 1.286 vagas para moradores da capital e região metropolitana e 2.302 para o interior e litoral. Na cidade de São Paulo, o programa oferece 380 vagas para capacitação em Logística básica, Motorista de carga, Assistente administrativo em transporte, Motorista de Passageiros e Operação de carga com habilitação em operador de empilhadeira. Na Grande SP, há oportunidades em Franco da Rocha, Guarulhos, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. (Clique aqui e confira mais informações na tabela)

As aulas terão início a partir da segunda quinzena de setembro e serão ministradas por profissionais de Escolas Técnicas (Etecs), Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de SP, Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (Avape) e outras instituições contratadas pelo Governo de SP.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Rodrigo Garcia, destaca que, nos últimos dois anos, o programa já capacitou mais de 16 mil pessoas para o setor de transporte. “Até dezembro, outros 3.588 trabalhadores também poderão participar dos cursos, totalizando 20 mil atendimentos até o final deste ano”, completa.

Além dessas oportunidades, o Via Rápida Emprego também está com inscrições abertas para diversas opções de estudos nas áreas de comércio, serviços, indústria, agricultura e construção civil. A lista completa está disponível no site do programa: www.viarapida.sp.gov.br.

Durante o período de capacitação, os candidatos selecionados receberão material didático e auxílio financeiro de R$ 100,00 para alimentação e de R$ 150,00 para o transporte. Desempregados, sem seguro desemprego ou benefício previdenciário também têm direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210,00. A seleção é feita pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT), que considera critérios de idade, escolaridade e renda familiar dos inscritos. Desempregados e mulheres arrimo de família têm prioridade.

Como participar: As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pelo site www.viarapida.sp.gov.br. Os documentos necessários são RG e CPF. O nível de escolaridade e idade varia de curso para curso. Para consultar as oportunidades disponíveis, visite o site do programa e digite na barra de busca o nome da sua cidade. Ao clicar em cada curso da lista, é possível conhecer sua descrição e seus objetivos, além da escolaridade exigida.

Quem não possui acesso à internet, pode procurar os postos do Acessa São Paulo, programa da Secretaria de Gestão Pública do Estado de SP, que conta com profissionais capacitados a oferecer instruções para o preenchimento do cadastro.

Sobre o Via Rápida: Lançado em julho de 2011, o Via Rápida Emprego é uma ação do Governo do Estado de São Paulo, coordenada pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT), que oferece capacitação profissional gratuita para os cidadãos que buscam ingressar no mercado de trabalho ou abrir o próprio negócio. O programa, que já atendeu mais de 80 mil pessoas, entre 2011 e 2012, disponibilizou neste ano 60 mil novas vagas para cursos presenciais. As oportunidades estão distribuídas, em 645 municípios, de acordo com as demandas regionais. Mais informações no site www.viarapida.sp.gov.br.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo