carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Univesp forma primeira turma de pedagogia na modalidade ensino à distância



28/07/2013

Fonte: Univesp e SDECT

Secretário anunciou a ampliação do número de vagas da Univesp para 2014 (Cibele Marques/SDECT)O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado, Rodrigo Garcia, participou neste domingo, 28 de julho, da formatura da primeira turma do curso de Pedagogia oferecido pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) em parceria com a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), instituições vinculadas à Pasta. Realizada no Palácio dos Bandeirantes, a cerimônia contou com as participações do governador Geraldo Alckmin, do presidente da Fundação Univesp, Carlos Vogt, da vice-reitora da Unesp, Marilze Vieira Cunha Rudge, e outras autoridades.

Para comemorar o encerramento do primeiro curso semipresencial de Pedagogia, o corpo docente se tornou permanente mediante a assinatura do governador durante a solenidade. Em seu discurso, o secretário elogiou o esforço dos professores na busca pela qualificação e anunciou que as vagas disponíveis para formação superior deverão ser ampliadas. “Com o ato de assinatura do quadro permanente da universidade, vamos ter condições de praticamente quadruplicar as vagas oferecidas no próximo ano, por meio da Univesp”, frisou.

O governador Geraldo Alckmin anunciou a previsão de novos cursos para 2014. "Acho que no ano que vem já poderemos ter a Univesp oferecendo curso superior presencial e à distância, não só de Pedagogia, mas também para o Ensino Médio de Matemática, Física, Química. E, inclusive, duas engenharias: Engenharia de Produção e Computação", adiantou o governador.
 

Governador assinou documento que tornou permanente corpo docente da Univesp (ibele Marques/SDECT)A formação em Pedagogia foi oferecida na modalidade semipresencial e contou com 1350 vagas distribuídas em polos de 21 cidades do Estado. Deste total, 992 alunos estão se formando. A oferta das vagas foi exclusiva para professores em atividade em escolas de educação infantil ou de ensino fundamental, médio ou profissional do Estado de São Paulo. A duração do curso foi de três anos e meio, e os encontros presenciais aconteceram duas vezes por semana nos polos de apoio.

A procura pela graduação foi grande. O número de candidatos inscritos para o vestibular (7.987) foi o dobro do total de candidatos aos cursos presenciais de Pedagogia oferecidos nas três universidades estaduais paulistas (3.777) naquele ano. A relação candidatos por vaga (c/v) no processo seletivo foi 4,5 vezes maior que a média nacional (1,3 c/v) para o curso naquele ano, segundo dados do Inep/MEC.

 

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo