carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Unicamp realiza primeira fase do vestibular 2015 no domingo



21/11/2014

Fonte: Universidade Estadual de Campinas

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) realiza no próximo domingo, 23 de novembro, a primeira fase do vestibular 2015 da instituição, em 20 cidades do Estado de São Paulo, além de Brasília. Organizada pela Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), a prova terá início às 13 horas, mas a orientação é para que os candidatos cheguem com pelo menos uma hora de antecedência. A Comvest orienta os candidatos a fazerem o percurso até o local de exame antes do dia da prova, para conhecerem o caminho. Os candidatos devem consultar seu local exato de prova em www.comvest.unicamp.br. Este ano, o vestibular teve um número recorde de inscritos: 77.128 candidatos. Eles vão disputar 3.320 vagas em 70 cursos de graduação da universidade. A Unicamp realiza as provas do vestibular 2015 nas seguintes cidades: Bauru, Brasília, Campinas, Guarulhos, Jundiaí, Limeira, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba e Sumaré.

Horários
A orientação é para que os candidatos cheguem ao local de prova às 12 horas, já que o acesso só será permitido até as 13 horas impreterivelmente. Sair de casa com antecedência é importante, tendo em vista que o candidato poderá encontrar trânsito intenso em alguns casos. A Comvest informa que em alguns locais, o acesso aos prédios estará liberado antes das 12 horas. Os candidatos devem verificar essa informação no momento da consulta de seu local de prova. No Campus I da Pontíficia Universidade Católica (PUC) Campinas, por exemplo, o acesso ao prédio será permitido a partir das 10 horas.

Para os candidatos que farão a primeira fase no campus I da PUC Campinas, a Comvest lembra que a agulha de acesso da pista expressa da rodovia D. Pedro I (SP-065) à via marginal, na altura do quilômetro 137, está fechada provisoriamente e a opção para o motorista, segundo a concessionária Rota das Bandeiras, é acessar a pista marginal três quilômetros antes (km 140).

Já para os candidatos que utilizarão a rodovia D. Pedro I e farão a prova no campus da Unicamp, em Campinas, a orientação da Comvest é para que usem o acesso do quilômetro 138, para Barão Geraldo – evitando o fluxo intenso da entrada da PUC.

A primeira fase
A prova da primeira fase é composta de 90 questões de múltipla escolha, distribuídas da seguinte maneira: 14 questões de Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, 14 questões de Matemática, 10 questões de História e 10 questões de Geografia (incluindo Filosofia e Sociologia), 10 questões de Física, 10 questões de Química, 10 questões de Biologia, 8 questões de Inglês, além de 4 questões interdisciplinares. Cada questão terá quatro alternativas. O tempo máximo de prova na primeira fase é de cinco horas e o mínimo de três horas e trinta minutos.

O que levar para a prova
Os candidatos deverão levar o original do documento de identidade indicado na inscrição, canetas de cor preta e azul em material transparente, lápis preto, borracha. Será permitido o uso de régua transparente e compasso. É vedada a utilização de aparelhos celulares ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos, relógios digitais, corretivo líquido, lapiseira, caneta marca texto, bandana/lenço, boné, chapéu, ou outros materiais estranhos à prova. O candidato poderá usar relógio analógico para controlar o tempo. Outros tipos de relógios devem ficar no chão, ao lado da carteira apenas para consultar a hora. A Comvest fornecerá embalagens nas quais o candidato deverá guardar o aparelho celular desligado. Ao entrar na sala de prova e receber a embalagem, o candidato deverá desligar imediatamente o aparelho celular e colocá-lo na embalagem. Os candidatos devem retirar os celulares das embalagens após saírem do prédio. 

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo