carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Unicamp e Inpe assinam protocolo de intenções para atividades conjuntas



11/11/2014

Fonte: Universidade Estadual de Campinas 

Docentes do Instituto de Geociências da Unicamp participam de reunião com reitor da universidade e com diretor do Inpe (Antoninho Perri/Unicamp)O reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), José Tadeu Jorge e o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Leonel Perondi assinaram um protocolo de intenções, no Instituto de Geociência (IG), dia 10 de novembro. O objetivo é promover atividades de pesquisa; orientação conjunta de estudantes de pós-graduação; itercâmbio de estudantes, pesquisadores e docentes e disseminação de resultados de pesquisas por meio de publicação na área de política e gestão de ciência, tecnologia e inovação da indústria aeroespacial, com vigência de cinco anos. 

“O Inpe é um instituto de pesquisa bastante tradicional, consolidado, que tem prestado grandes contribuições em várias áreas que também são tratadas pela Unicamp. Estabelecer esse tipo de parceria faz com que as duas instituições possam se complementar e contribuir ainda mais nas áreas em que atuam”, disse Tadeu Jorge. 

Leonel Perondi lembrou que o Inpe e a Unicamp, através do Departamento de Política Científica Tecnológica (DPCT) vêm realizando estudos conjuntos de política industrial, da própria indústria e de capacitação na parte de análise espacial. “Ao longo dos anos foram diversos estudos sobre esses arranjos de política industrial. Este protocolo expressa uma formalização que vai além dos trabalhos acadêmicos esporádicos, visando uma relação mais contínua, com trabalhos em novo formato e tempos de duração.” 

O professor André Furtado, do DPCT, explicou que o protocolo de intenções é voltado à área da política e gestão da inovação aplicada ao setor aeroespacial brasileiro. “Está se criando uma plataforma para que se desenvolvam cooperações entre Unicamp e Inpe, uma instituição com atuação multifacetada, focando o campo científico, tecnológico e da inovação, e promovendo atrás de si uma indústria de fornecedores para a indústria espacial. Isso envolve tanto política científica como política industrial, interface na qual o DPCT vem atuando bastante.” 

Após a assinatura do protocolo, Leonel Perondi foi ao auditório do IG para conceder palestra sobre “Os preparativos para o lançamento do CBERS-4” (sigla referente ao Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres), programado para dezembro. “Estamos lançando o quinto satélite desta cooperação com a China: tivemos o CBERS-1 em 1999, o CBERS-2 em 2007 e o CBERS-2b em 2007, sendo que todos operaram em órbita cumprindo a sua missão de gerar imagens do território nacional com grande número de aplicações. Tentamos lançar o CBERS-3 em dezembro passado, mas perdemos o satélite devido a problemas com o lançador. Agora, a expectativa é muito grande.” 

Também participaram do encontro no Gabinete do Reitor os professores Roberto Perez Xavier, diretor do Instituto de Geociências IG; Leda Maria Gitahy, chefe do DPCT; André Tosi Furtado, também do DPCT, e André Luiz Sica de Campos, da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA).

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo