carregando...

Notícias

Notícias

Unicamp cria projeto de inclusão de pessoas com mais de 50 anos na universidade



20/02/2015

Fonte: Universidade Estadual de Campinas

Curso é ministrado por professores e profissionais da Unicamp (Antoninho Perri/Unicamp)Começaram na quinta-feira, 19 de fevereiro e prosseguem até dia 24 do mesmo mês, as inscrições para o Programa UniversIDADE, curso gratuito criado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), para proporcionar às pessoas com idades a partir de 50 anos, tanto da comunidade universitária como da população em geral, condições para mantê-las física e mentalmente ativas. 

O UniversIDADE contempla diversas atividades em quatro áreas temáticas: arte e cultura, esporte e lazer, saúde física e mental, e sociocultural e geração de renda.

Estruturado em três semestres, o curso ministrado por professores e profissionais da Unicamp pretende atender às necessidades de prevenção, estimulação e capacitação do desenvolvimento físico e mental das pessoas de meia e terceira idade. 

As inscrições podem ser feitas pela internet, no site do UniversIDADE, mas várias pessoas que não dispõem de computador compareceram pessoalmente à Agência para a Formação Profissional da Universidade (AFPU), no prédio 6 da Reitoria.

Foi o caso das irmãs Neusa e Diva Maria Cordeiro, ambas com a preocupação de fugir do Alzheimer. “Gostaria de trabalhar a memória e existem várias atividades para prevenção, como de estimulação cognitiva, sistema e funcionamento da memória e desenvolvimento do cérebro. São muitos cursos e fica até difícil escolher”, disse Neusa, que tem 70 anos. 

Diva Maria, 71, deve fazer as mesmas opções da irmã, para que possam frequentar o programa juntas. “Já venho tendo problemas de esquecimento e também quero trabalhar a memória para evitar problemas no futuro. São problemas simples, como sair para buscar algo e esquecer o quê, abrir a geladeira e esquecer o que queria pegar, começar um serviço e passar para outro sem terminar o primeiro. Isso me deixou preocupada”. 

A funcionária pública Pedrina Araújo, 58, começou a participar de outro programa da Unicamp, o Mexa-se, logo que se aposentou há 11 anos, e resolveu aderir também ao UniversIDADE quando soube do projeto. “Uma das minhas opções é de idioma, o espanhol, e também quero lidar com a memória, ando bastante esquecida. Outro aspecto que acho importante é o convívio social: nós aposentados sentimos muita solidão, vindo então a pressão alta e o estresse por ficarmos fechados em casa – aderi ao Mexa-se para sair todas as manhãs e respirar o ar puro do campus.” 

Alice Helena De Danielli, coordenadora-executiva do programa, aconselhava os interessados a optarem por atividades em cada uma das quatro áreas temáticas, visto que a preocupação está na saúde e qualidade de vida. “Hoje é o primeiro dia de inscrições e a expectativa é grande diante do interesse demonstrado pelo programa através do telefone e de e-mails. As inscrições estão abertas também na internet e acredito que chegaremos a 500 inscritos neste primeiro módulo.” 

A coordenadora do UniversIDADE informa que os inscritos terão uma recepção na Casa do Lago no dia 9 de março, participando do Trote da Cidadania; as atividades vão do dia 11 até 3 de julho, das 8h30 às 17 horas. Estão programadas palestras e oficinas relacionadas a artesanato, cinema, contação de histórias, alongamentos, vôlei adaptado, hidroginástica, dança, aconselhamentos, orientações nutricionais, prevenção a doenças, atividades para o consumo consciente de água, inclusão digital, direitos humanos e cidadania, entre outras.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo