carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Unicamp cria nova faculdade de enfermagem



08/08/2012

O Conselho Universitário (Consu) da Unicamp, órgão máximo deliberativo da Universidade, aprovou por unanimidade na manhã de terça-feira (7) a criação de quatro novos cursos de graduação: Engenharia de Telecomunicações (50 vagas, período integral), Sistemas de Informação (45 vagas, integral), Engenharia Ambiental (60 vagas, período noturno) e Engenharia Física (15 vagas, período integral). Na mesma sessão, o Consu também decidiu pela extinção dos cursos de Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Os conselheiros deliberaram, ainda, pela criação da Faculdade de Enfermagem, que atualmente funciona como departamento da Faculdade de Ciências Médicas (FCM).

A criação e a extinção dos cursos não alterarão o número de vagas oferecidas atualmente pelo Vestibular da Unicamp. Os cursos de Engenharia de Telecomunicações e de Sistemas de Informação absorverão, respectivamente, as vagas oferecidas pelos de Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que serão extintos. Já as vagas a serem oferecidas pelo curso de Engenharia Ambiental serão provenientes dos cursos de Tecnologia em Construção de Edifícios (30 vagas) e Tecnologia em Controle Ambiental (30 vagas).

As vagas da Engenharia Física, por sua vez, serão oriundas do chamado Cursão (Física, Matemática e Matemática Aplicada e Computacional), que segue mantido, agora com 140 vagas. De acordo com o diretor da Faculdade de Tecnologia (FT), professor José Geraldo Pena de Andrade, a criação dos cursos de Engenharia de Telecomunicações, Sistemas de Informação e Engenharia Ambiental é uma resposta à necessidade premente do país por engenheiros qualificados. “Além disso, os novos cursos também têm a intenção de atrair alunos com perfis diferenciados, que se integrarão àqueles que já fazem parte do nosso destacado corpo discente. Outro ponto importante é que os novos cursos contribuirão para aprofundar as atividades de pesquisa na FT”, disse.

Segundo o docente, as alterações não exigirão mudanças estruturais significativas. “Teremos que fazer somente uma ou outra adequação, visto que já contamos, por exemplo, com laboratórios”, previu Pena Andrade. O reitor Fernando Costa considerou que os novos cursos marcarão uma nova etapa na história da FT. O pró-reitor de Graduação, professor Marcelo Knobel, esclareceu que a criação do curso de Engenharia Física vinha sendo discutida há muito tempo na Unicamp. “Trata-se de um curso que já está consolidado em outros países e que vem sendo gradativamente implantado no Brasil, devido à sua importância”. Knobel destacou que antes de serem levadas à apreciação do Consu, as propostas de criação e extinção dos cursos foram amplamente debatidas pela comunidade interna e pelas instâncias formais da Universidade.

O diretor da FCM, professor Mario José Abdalla Saad, destacou que a criação da Faculdade de Enfermagem representa um avanço importante, sobretudo para a formação de quadros qualificados para trabalhar no atendimento à saúde da população. Ele lembrou que o curso de graduação, considerado de excelência, é oferecido pela Unicamp há 34 anos. Além disso, há dez anos foi instituída a pós-graduação, igualmente com alto nível de qualidade. “Há muito tempo endentemos que o curso precisava de autonomia para crescer e ampliar a formação dos futuros profissionais. Com a criação da faculdade, essas tarefas certamente serão facilitadas”, avaliou.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo