carregando...

Notícias

Notícias

Unesp testa computação em grid na Campus Party



19/01/2011

Participantes do evento colaboram na construção de um "supercomputador"

No projeto realizado pelo Núcleo de Computação Científica (NCC) da Unesp, em parceria com a empresa Padtec, os participantes da Campus Party 2011 experimentam os conceitos básicos da computação em grid, colaborando na construção de um "supercomputador".

O maior evento da cultura digital no País começou na última terça, 17 de janeiro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. Espera-se que até o próximo dia 23 cerca de 6.500 "campuseiros" participem das atividades do encontro, distribuídas em quatro faixas de conhecimento: Ciência, Criatividade, Entretenimento Digital e Inovação.

O NCC é responsável por fornecer poder computacional aos projetos científicos da Universidade. Atende hoje a mais de 26 projetos de pesquisas de diversas áreas do conhecimento. É responsável pelo projeto GridUnesp, estrutura computacional em grid distribuída pelo Estado. A Padtec é uma empresa de Campinas voltada ao desenvolvimento, fabricação e comercialização de sistemas de comunicações ópticas de alta capacidade.

A parceria na Campus Party se desenvolve nesta última categoria. Cada participante é voluntário e cede uma parcela de processamento da sua própria máquina. O sistema coordena as diversas contribuições e executa tarefas de grande complexidade.

Responsabilidade ambiental
Em grids computacionais a colaboração é indispensável. Por essa razão, quanto mais voluntários participarem, maior será a estrutura resultante. A participação do NCC na Campus Party incluiu também a palestra “Grid e desenvolvimento colaborativo”, do engenheiro de sistemas Gabriel von Winckler, realizada na manhã desta terça-feira. De acordo com Winckler, que também é membro do projeto GridUnesp, um website foi preparado especialmente para acompanhar a demonstração do NCC na Campus Party: http://ncc.unesp.br/campusparty/

Além de proporcionar aprendizado tecnológico, a ação também está relacionada à responsabilidade ambiental, uma vez que a tecnologia de grid é, em sua essência, considerada ecológica: ao utilizar tempo de processamento ocioso, a tecnologia utiliza os recursos em seu máximo potencial, o que evita o desperdício e diminui o impacto ambiental.

Como resultado da ação na Campus Party, o NCC doará o processamento do "supercomputador" para projetos internacionais de pesquisas relacionadas à mudança climática e à energia renovável. No ambiente criado, serão realizados processamentos para os projetos "Computing for Clean Water" e "The Clean Energy Project", do World Community Grid.

Para o projeto “Computing for Clean Water”, os ciclos de processamento doados pelo "supercomputador" consistem em pesquisar técnicas mais baratas para construção de filtros de água oceânica. No projeto “The Clean Energy Project”, o processamento pesquisará, por meio de simulação, moléculas para o fornecimento de células solares de menor custo e polímeros para as membranas utilizadas como células de combustível para geração de eletricidade, além de como melhorar a composição das moléculas para criação desses equipamentos. Clique aqui para mais informações.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo