carregando...

Notícias

Notícias

Suspensão de queimadas preocupa trabalhadores de canaviais



10/03/2014

Fonte: UNESP, com informações do G1

Uma notícia boa para o meio ambiente, se tornou preocupação para milhares de trabalhadores no interior de São Paulo. As lavouras paulistas produzem quase 60% da cana de açúcar do país. A partir deste ano, a queimada será suspensa nas áreas mecanizáveis. O principal motivo é o prejuízo ambiental que ela provoca. A cada hectare queimado, quatro toneladas de monóxido de carbono e metano são lançadas no ar. Esses gases contribuem para o aquecimento global.

"A queimada provoca grande transformação de energia e de substâncias. Lança para a atmosfera uma quantidade muito grande de material particulado causando problemas respiratórios, entre outros", explica Osmar Cavassan, pesquisador da Faculdade de Ciências da Unesp, Câmpus de Bauru.

Mas a preocupação não é somente com o meio ambiente. A queimada representava prejuízos para o usineiros. O fogo destruía a palha, matéria-prima essencial para a produção de energia e etanol de última geração.

"Nós temos é que ampliar a produtividade agrícola e, neste caso, o rendimento industrial, levando também para a produção industrial outros elementos que antes ficavam no campo ou eram queimados", afirma Mônica Bergamaschi, secretária de Agricultura de São Paulo e ex-aluna da Unesp.

Leia matéria completa e assista à reportagem do Jornal nacional veiculada dia 6 de março
http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/03/suspensao-de-queimadas-preocupa-trabalhadores-de-canaviais.html

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo