carregando...

Notícias

Notícias

SP registra aumento de 20% no número de investimentos privados em 2013



09/01/2014

O número de investimentos realizados no Estado de São Paulo em 2013 cresceu 20% em relação ao ano anterior. Foram 24 projetos anunciados por empresas atendidas pela Investe São Paulo, agência do governo paulista responsável pela atração de novos empreendimentos para o Estado. Juntas, as empresas totalizam R$ 5,75 bilhões de investimentos na construção ou ampliação de suas plantas com a geração de 10.026 novos postos de trabalho. Em 2012, foram anunciados 20 projetos, totalizando investimentos de R$ 4,2 bilhões. Confira reportagem sobre o tema no jornal Folha de S. Paulo.

Para o presidente da Investe SP, Luciano Almeida, o crescimento representa o bom momento que São Paulo vive. “O Estado conta com a melhor infraestrutura logística do País, mão de obra qualificada e uma completa cadeia de fornecedores. Esses fatores fazem com que tenhamos bons resultados ano após ano”, destaca. Porém, o fluxo de investimentos para 2014 não deve ultrapassar este patamar. “Começamos o ano com uma carteira de projetos no valor de R$ 9,7 bilhões. Nem todos esses investimentos serão concretizados até o final do ano, já que cada um tem o seu tempo de maturação, e a estimativa é que 2014 seja menos aquecido em virtude da crise na Europa e da Copa do Mundo no Brasil”, disse Almeida.

Vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, a Investe São Paulo – Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade soma desde 2008, quando foi criada, 67 projetos anunciados, gerando cerca de 50 mil empregos diretos e R$ 21,7 bilhões em investimentos.

Destaques
Ao analisar os investimentos por região administrativa, nota-se que Campinas foi a localidade que mais recebeu investimentos em 2013. Ao todo, foram nove empresas, que aplicaram juntas mais de R$ 2 bilhões, com a geração de 3.574 empregos. O destaque foi a Honda, que investirá R$ 1 bilhão na construção de sua nova fábrica em Itirapina, onde contará com cerca de 2 mil funcionários.

Em segundo lugar, aparecem empatadas as regiões de São José dos Campos e de Sorocaba, com 21% cada uma, seguida da Região Metropolitana de São Paulo, com 13% dos investimentos anunciados.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo