carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Seminário da Unicamp recebe inscrições



24/07/2013

Fonte: Univesp/Unicamp

As inscrições de trabalhos para o "IV Seminário Inovações em Atividades Curriculares: experiência no ensino superior", da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), podem ser realizadas até o dia 10 de setembro. Os encontros acontecem em 21 e 22 de outubro, no Centro de Convenções da universidade.

A interdisciplinaridade foi escolhida como tema a ser abordado por pesquisadores como Arlindo Philippi Júnior, professor da Faculdade de Saúde Pública e pró-reitor adjunto da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo (USP), e Alenoush Soroyan, professor da Faculdade de Educação da Universidade McGill, de Montreal, do Canadá, além de representantes de várias instituições. O evento é promovido pela Faculdade de Educação, pela Pró-Reitoria de Graduação e pelo Programa de Ensino a Distância EA2 da Unicamp.

De acordo com as professoras Eliana Amaral e Elisabete Monteiro Aguiar Pereira, da equipe organizadora, o tema é relevante para professores, pesquisadores e pós-graduandos atuantes em universidades. Para Elisabete, docente na Faculdade de Educação da Unicamp, a estrutura dos currículos ainda induz a uma forma disciplinar de formação e produção, mas a interdisciplinaridade já se inscreve no cenário das universidades como um novo paradigma para a produção de conhecimento.

Eliana, da Faculdade de Ciências Médicas, acrescenta que a interdisciplinaridade é vista como necessidade absoluta pela expectativa que o profissional pode ter depois da formação. "É impossível acreditar que alguém vira um ‘interprofissional' sem nunca ter passado pela experiência", pondera Eliana. A própria composição da equipe organizadora é interdisciplinar.

Além de apresentar suas experiências curriculares em interdisciplinaridade, os pesquisadores têm opção de inscrever pôsteres e comunicação oral. A novidade para este ano é a oferta de minicursos, incluídos na programação por favorecer momento mais conceitual e teórico. As aulas serão ministradas por profissionais especializados.

A Unicamp tornou-se referência para o debate sobre inovações curriculares, de acordo Eliana. Em sua opinião, a universidade criou personalidade no sentido de divulgar os eventos nos quais promove discussões sobre currículo superior, unindo esta iniciativa à necessidade de desenvolvimento de novas políticas públicas em ensino superior.

Desde 2011, a organização do evento tem sido compartilhada entre todas as universidades públicas paulistas, e a expectativa é enriquecer o debate com um grande número de experiências, segundo Elisabete. A parceria foi muito rica, pois a partir do convite aos pró-reitores de cada instituição, foi possível promover uma integração entre as universidades, conforme acrescenta a professora. A experiência deu origem a um e-book com todos os trabalhos apresentados.

Este tipo de evento, na opinião de Elisabete, estimula os professores a pensar coisas novas em ensino e pesquisa. "E a interdisciplinaridade impacta tanto a pesquisa quanto o ensino. Hoje, muitos desafios teóricos e metodológicos se colocam para os diferentes campos de ciência e tecnologia", finaliza Elisabete.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo