carregando...

Notícias

Notícias

Secretário visita municípios de Pompeia e Vera Cruz



07/10/2009

Convênio vai permitir a criação de uma extensão da Fatec Marília em Pompeia (Pércio Fidelis/Prefeitura de Pompeia)

O secretário de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, assinou nesta quarta-feira, 7 de outubro, no município de Pompeia, convênio para implantação do curso superior tecnológico de Mecanização em Agricultura de Precisão. O curso será ministrado por professores da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Marília, nas instalações da Fundação Nishimura (Jacto), que atuará como um campus da Fatec Marília. No total, serão oferecidas 80 vagas, para início das aulas no primeiro semestre de 2010.


"O novo curso vai contribuir com a capacitação da mão-de-obra local. Além de gerar novos empregos, vai estimular o aperfeiçoamento do setor agropecuário, um dos principais eixos da economia regional", afirmou o secretário durante a cerimônia.

Após o evento em Pompeia, o secretário de Desenvolvimento esteve em Vera Cruz, onde anunciou a liberação de recursos para construção de um galpão, que será utilizado pelos alunos da Escola Técnica (Etec) Paulo Guerreiro, para estudo de técnicas de benefício e processamento de café. O investimento do Estado com as obras será de R$ 300 mil. A escola oferece, neste primeiro semestre de 2010, 160 vagas em cursos técnicos de Administração e Agropecuária, além do ensino médio, em período integral, aliado ao curso de Agropecuária.

Cerimônia de assinatura contou com a presença de autoridades locais (Pércio Fidelis/Prefeitura de Pompeia)
Novo curso
O curso superior gratuito de Tecnologia em Mecanização de Agricultura de Precisão, que será oferecido em Pompeia, prepara profissionais para atuação em projetos de mecanização agrícola, com conhecimentos em análise, seleção e manutenção de equipamentos e máquinas. O profissional adquire habilidades para gerenciar os ativos da propriedade, com foco na otimização da produção, racionalização de custos e preservação de recursos naturais. Nas atividades relacionadas à agricultura de precisão, o profissional aplica métodos de sensoriamento remoto e de fotointerpretação, utiliza sistemas de informações geográficas e de posicionamento global para apoio ao planejamento de atividades e avaliação de impactos ambientais.

Empregabilidade
De acordo com levantamento da Área de Avaliação Institucional (AAI) do Centro Paula Souza, 77,3% dos técnicos formados pelas Etecs conseguem emprego um ano após a conclusão do curso. Nas Fatecs, esse índice é ainda maior e atinge 93% dos jovens. As estatísticas mostram que 85,6% têm vinculo formal de trabalho. Os cursos oferecidos na área agropecuária foram escolhidos para atender às demandas dos setores produtivos regionais. Segundo dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na região que compreende 40 municípios ao redor de Marília, existem atualmente 36.320 empresas formais distribuídas por setores, sendo 38% no agronegócio, 38% no comércio, 16% em serviços e 6% na indústria.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo