carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Secretário participa do evento Melhores e Maiores da Revista Exame



01/07/2013

Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia

Rodrigo Garcia conversa com Celso Lafer, Mailson da Nóbrega e Abram SzajmanO secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado, Rodrigo Garcia, representando o governador Geraldo Alckmin, participou nesta segunda-feira, 1 de julho, da 40ª edição da premiação Melhores e Maiores da revista Exame, realizada na Sala São Paulo, no centro da capital paulista. Estiveram presentes no evento autoridades e alguns dos empresários mais importantes do País.

Na cerimônia, foram premiadas as companhias que se destacaram por seu desempenho em 2012 nos 18 principais setores da indústria, comércio e serviços, além do agronegócio. O público também conheceu a empresa campeã dos 40 anos de existência da edição especial de Exame: Ambev. A companhia foi escolhida por um colégio formado por 1.000 CEOs de empresas que já participaram em algum momento da Melhores e Maiores.

Além da Ambev, as empresas premiadas foram: Ipiranga (atacado), Embraer (autoindústria e empresa do ano), Voith Hydro (bens de capital), Cargill (bens de consumo), Whirlpool (eletroeletrônico), CPFL Brasil (energia), Roche (farmacêutico), InterCement (indústria da construção), Dataprev (indústria digital), Três Corações (melhor empresa do agronegócio), Samarco (mineração), Klabin (papel e celulose), Bayer (química e petroquímica), Cielo (serviços), CBMM (siderurgia e metalurgia), Telefonica / Vivo (telecomunicações), Arezzo (têxteis), All (transporte) e Lojas Americanas (varejo).

Critérios – As Maiores
Melhores e Maiores de Exame é feito com a avaliação de dados de mais de 3 mil empresas, além dos maiores grupos privados do país. O conjunto compreende todas as demonstrações contábeis publicadas no Diário Oficial dos estados até maio de 2013. Também abrangem as companhias limitadas que enviaram seus dados para análise da equipe e responderam questionários. Por fim, foram ainda consideradas empresas de porte significativo e bem conhecidas no mercado que preferem não divulgar seus números. Nesse caso, os analistas de Melhores e Maiores estimaram seu faturamento.

Os dados foram analisados pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras da Universidade de São Paulo (Fipecafi/USP). Para definir o ranking das 500 maiores empresas e mais uma lista complementar com outras 500, o critério de classificação utilizado é o de receita de vendas (faturamento líquido), um indicador da contribuição da empresa para a sociedade em termos de produtos e serviços oferecidos no ano anterior.

Critérios – As Melhores
A escolha das melhores empresas do ano em 18 setores da economia (atacado, autoindústria, bens de capital, bens de consumo, eletroeletrônico, energia, farmacêutico, indústria da construção, indústria digital, mineração, papel e celulose, química e petroquímica, serviços, siderurgia e metalurgia, telecomunicações, têxteis, transporte, varejo) é orientada pelo sucesso que essas empresas obtiveram na condução de seus negócios e na disputa de mercado com as concorrentes no ano que passou comparativamente ao exercício anterior. O critério para avaliar o sucesso é basicamente uma comparação dos resultados obtidos em termos de crescimento, rentabilidade, saúde financeira, participação de mercado e produtividade do empregado. A metodologia consiste em atribuir pontos pelo desempenho relativo em cada indicador (crescimento em vendas, liderança de mercado, liquidez corrente, rentabilidade de patrimônio e riqueza criada por empregado). Adicionalmente, as empresas-modelo da última edição do Guia Exame de Sustentabilidade ou que figuraram em outros guias publicados por Exame recebem bônus.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo