carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Secretário participa de inauguração da Toyota



09/08/2012

Cerimônia contou com ritual Kagamiwari, onde acontece a quebra do barril de saquê (Fabiano Guimarães/SDECT)

O secretário em exercício de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Luiz Carlos Quadrelli, participou nesta quinta-feira (09) da inauguração da nova fábrica da Toyota, em Sorocaba. O evento também contou com as presenças do Governador Geraldo Alckmin, do Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, do Embaixador do Japão para o Brasil, Akira Miwa, do prefeito de Sorocaba, Vitor Lippi, do prefeito de Porto Feliz, Cláudio Maffei, entre outras autoridades.


De acordo com o secretário Quadrelli, a instalação da fábrica em Sorocaba contribui com o desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda. “Além de proporcionar aumento na arrecadação de tributos municipais, a chegada da Toyota aquecerá ainda mais a economia local. Serão criados mais de 1.500 novos postos de trabalho”, completa.

Junto com a montadora, estão sendo instaladas 12 fornecedoras de peças e serviços, chamadas de sistemistas. De acordo com a Toyota, o investimento da unidade de Sorocaba é de US$ 600 milhões e a área ocupada pela empresa mede 3,7 milhões de m². A nova fábrica, que fica ao lado do Parque Tecnológico, produzirá o novo modelo de carro Etios, compacto, usando a tecnologia flex fuel nos motores. Serão produzidos cerca de 70 mil veículos com faturamento estimado em R$ 2,5 bilhões anuais.

A nova unidade é a primeira do país desenvolvida totalmente com o conceito Ecofactory, o mesmo utilizado na matriz, no Japão. A metodologia reduz anualmente a emissão de resíduos gerados, compostos orgânicos voláteis e emissões de CO2 (dióxido de carbono), além da reutilização das águas pluviais e preservação de área. A cidade de Sorocaba recebe a terceira unidade da Toyota no Brasil. As outras duas fábricas também estão no Estado de São Paulo. A primeira, inaugurada em 1958, fica em São Bernardo do Campo e a segunda em Indaiatuba.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo