carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Secretário participa da inauguração do Centro Empresarial II do Parque de SJC



28/03/2015

Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação
 

Evento contou com presença do vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, Márcio França (Charles de Moura/Parque Tecnológico de SJC)
O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França, participou neste sábado, 28 de março, da inauguração do Centro Empresarial II do Parque Tecnológico de São José dos Campos. O local é destinado a abrigar empresas de base tecnológica que desenvolvem atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I). O evento contou a participação de diversas autoridades, empresários e pesquisadores. Com uma área total de 12 mil m², distribuídos em dois pavimentos, o novo centro está localizado no núcleo do parque. Sua construção é resultado de uma parceria dos governos Federal, Estadual e Municipal e do parque, que investiram aproximadamente R$ 18 milhões na obra. 

“Este novo Centro Empresarial e todo o Parque Tecnológico de São José dos Campos representam a prova concreta de que é possível colocar as boas ideias de pé. Prova de que São Paulo continua atraindo investimentos por conta da sua infraestrutura, capacidade humana e boa governança, que garante a estabilidade aos investidores”, destacou o secretário Márcio França.
 
“Ver este parque é um estímulo para apoiar São Paulo. Márcio França é um agregador. E todo este trabalho que vejo agora mostra o espírito bandeirante do povo paulista”, frisou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo.

No momento, 21 empresas se instalaram no Centro Empresarial II, que tem capacidade para abrigar até 50 empreendimentos empresariais. O espaço contempla também um centro de serviços de apoio às empresas e àrea para instalação de laboratórios muitiusuários.

“A materialização do investimento nos traz muita alegria. Incentivar a inovação na economia se traduz em mais qualidade de vida para a população brasileira”, disse o presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Luiz Fernando Rebelo.

Na oportunidade, o diretor do parque de São José dos Campos, Marco Antônio Raupp, fez um histórico da luta pela implantação do espaço, mostrou as novas necessidades do empreendimento e agradeceu ao apoio do vice-governador, do ministro, do presidente da Finep e do prefeito.

O prefeito de São José dos Campos, Carlos de Almeida, também reconheceu a importância da atuação conjunta. "Agradeço a todos os envolvidos neste trabalho. Nossa cidade mostra mais uma vez seu enorme potencial e seu compromisso com a história e o futuro no nosso País”, declarou.

As empresas foram selecionadas por meio de ato convocatório, lançado pelo parque tecnológico em 2013, e são dos segmentos de informática, telecomunicação, design de ambientes, aeroespacial, defesa e saúde.

Desde 2010, o parque já opera o Centro Empresarial I. Em seus 6 mil metros quadrados estão instalados 25 empreendimentos empresariais, que desenvolvem atividades de P,D&I em segmentos como de informática, aeronáutica, cadeia de óleo e gás, saúde, química e aeroespacial, entre outros. Com o novo Centro Empresarial, o parque triplica a área destinada a abrigar novos empreendimentos de base tecnológica, chegando a 18 mil metros quadrados. 

Sobre o Parque Tecnológico de São José dos Campos
Instalado em um dos mais importantes polos tecnológicos do Brasil, o Parque Tecnológico de São José dos Campos tem como objetivo fomentar o surgimento, o crescimento e a consolidação de empresas inovadoras, atuando em segmentos de elevada densidade tecnológica. Em operação plena desde 2009, foi o primeiro a receber credenciamento definitivo pelo Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec) e o volume de investimentos atraídos até 31 de maio de 2014 totalizava R$ 1,83 bilhão – R$ 1,37 bilhão com origem na iniciativa privada e R$ 460 milhões no poder público, nas esferas federal, estadual e municipal.

O ambiente sinérgico estimula o empreendedorismo e os empresários contam com instalações de excelente infraestrutura, serviços de apoio especializados, acesso às linhas públicas de fomento e aos fundos de capital de risco. Além da disponibilidade de mão de obra de elevado nível e estruturas laboratoriais oriundas de universidades e institutos de ciência e pesquisa presentes no parque.

Clique aqui para assistir ao vídeo.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo