carregando...

Notícias

Notícias

Secretário Márcio França inaugura Parque Tecnológico de Botucatu



14/04/2015

Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação

França parabenizou classe política regional pela mobilização que resultou nesta conquista (Divulgação)O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França, e o prefeito de Botucatu, João Cury, inauguraram nesta terça-feira, 14 de abril, o Parque Tecnológico de Botucatu, que será voltado ao desenvolvimento de produtos e serviços nas áreas de bioprocessos – procedimento que utiliza sistemas biológicos, componentes e derivados de organismos vivos – para produção de medicamentos, insumos médico-hospitalares, compostos para fins industriais, fitoterápicos, sistemas de produção agropecuários sustentáveis, produtos orgânicos, biorremediação (uso de microorganismos para recuperação de áreas contaminadas), controle biológico, serviços ambientais, caracterização e uso de resíduos.

Representando o governador Geraldo Alckmin, França parabenizou a classe política regional pela mobilização que resultou nesta conquista. Lembrou que a busca por inovação começou com Mário Covas e foi abraçada por Geraldo Alckmin. "O parque será ponta de lança para mais uma etapa histórica para Botucatu e região, pois vai gerar mais empregos e desenvolvimento", disse.

O prefeito João Cury e seu irmão, o deputado estadual Fernando Cury, agradeceram a presença do vice-governador e comemoraram a conquista.

O Governo de São Paulo investiu cerca de R$ 10 milhões no parque, sendo R$ 340 mil em estudos e R$ 9,7 milhões na construção do núcleo administrativo, com 1.274 m². O prédio conta com salas de treinamento, instalações para coordenadoria, contabilidade, compras, manutenção e sala de espera, além de recepção, copa, sanitários, área de atendimento, hall, centro de exposições e anfiteatro. Também foram realizadas as obras da portaria e da infraestrutura interna e externa: alambrado, ruas asfaltadas, guias, sarjetas, calçadas, instalações elétricas, iluminação, rede de água, esgoto e águas pluviais.

A prefeitura destinou R$ 1,4 milhão em recursos para a iniciativa, que foi estruturada em duas áreas paralelas que somam 286 mil m² na Rodovia Gastão Dal Farra, a três quilômetros da Rodovia João Hipólyto Martins (SP-209) – que liga a Rodovia Castelo Branco a Botucatu. 

Governo de São Paulo investiu cerca de R$ 10 milhões no parque (Divulgação)Credenciado ao Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), o empreendimento está localizado nas proximidades da Faculdade de Tecnologia Estadual (Fatec) do Centro Paula Souza, do aeroporto municipal, da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), do Centro de Treinamento da Prefeitura e da Estância Demétria. Dentro do plano, está prevista ainda a implantação de um condomínio industrial para empresas de base tecnológica, além de auditório, praça de alimentação, laboratórios, estacionamentos, biblioteca, incubadora de empresa, e centros de ensino, pesquisa e desenvolvimento.


Potencialidades
Botucatu possui um forte potencial na área de ciência e pesquisa biológica, com a presença de cinco unidades da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp), além de uma Escola Técnica Estadual (Etec) e uma Faculdade de Tecnologia (Fatec) do Centro Paula Souza e outras universidades. Para trabalhar em parceria com o novo empreendimento, a iniciativa privada da região dispõe de uma liderança tecnológica expressiva em seus segmentos de atuação, com a concentração de micro, pequenas, médias e grandes empresas, como Embraer-Neiva, Eucatex, Duratex, Caio Induscar e Grupo Centroflora. 

Prédio conta com salas de treinamento, instalações para coordenadoria, contabilidade, compras, manutenção e sala de espera, além de outros espaços (Divulgação)Parques Tecnológicos       
Para dar apoio e suporte aos parques tecnológicos, o governo do Estado de São Paulo criou o Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), com o objetivo de atrair investimentos e gerar novas empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica, que promovam o desenvolvimento econômico do Estado. No Estado de São Paulo, existem 28 iniciativas para implantação desses empreendimentos, sendo que o Parque Tecnológico de São José dos Campos foi o primeiro a receber o status definitivo no Sistema.

Desde então, outros cinco parques também receberam este título. São eles: Parque Tecnólogico de Sorocaba, Parque Tecnológico de Ribeirão Preto, Parque Tecnológico de Piracicaba, Parque Tecnológico de Santos e Parque Tecnológico de São Carlos (ParqTec). Hoje são 14 iniciativas com credenciamento provisório: Araçatuba, Barretos, Botucatu, Campinas (cinco iniciativas: Polo de Pesquisa e Inovação da Unicamp, CPqD e CTI-TEC, Ciatec II e Techno Park), Parque Universidade Vale do Paraíba (Univap), Santo André, São Carlos EcoTecnológico, São José do Rio Preto e São Paulo (duas iniciativas: Jaguaré e Zona Leste).

Clique aqui para ver mais fotos

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo