carregando...

Notícias

Notícias

Secretário entrega relatório do Patem ao prefeito de Águas da Prata



05/09/2013

O estudo foi realizado por técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), por meio de recursos disponibilizados pelo Programa Estadual de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem)

Secretário durante entrega do estudo ao prefeito de Águas da PrataO Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT), Rodrigo Garcia, entregou nesta quinta, (05/09), ao prefeito de Águas da Prata, Samuel Binati, o relatório técnico final da análise das condições de estabilidade de blocos rochosos em encosta de morro nas proximidades da área urbana da Estância Hidromineral do município. O estudo foi realizado por técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), por meio de recursos disponibilizados pelo Programa Estadual de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem). Também participou do encontro, o vereador Ângelo Roberto de Oliveira.

De acordo com Rodrigo Garcia, esse relatório é essencial para diagnosticar a atual situação do local. “Agora, a prefeitura poderá seguir as recomendações necessárias para a estabilidade dos blocos. O estudo foi realizado por técnicos do IPT, um dos mais renomados institutos do Brasil. A Pasta está à disposição para novas parcerias”, acrescenta.

Para a execução do trabalho, que teve duração de dois meses, foi investido o total de R$ 59.429,20.  A SDECT fez um aporte de R$ 58.429,20 e a Prefeitura Municipal ofereceu em contrapartida de R$ 1.560,00. O relatório avaliou a situação atual de risco de movimentação de blocos rochosos, considerando as alterações realizadas pelas obras da prefeitura local, que visavam minimizar a situação de risco anteriormente existente.

Em 2003, o IPT realizou estudos prévios de análise de estabilidade de blocos nessa região, que foram seguidos pela prefeitura municipal. O novo levantamento aponta que seja realizada uma pequena estrutura de contenção na base de um dos blocos.

Sobre o Patem
 O programa financia serviços especializados que utilizam a capacitação técnica do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para obtenção de laudos em municípios de pequeno e médio porte, que não contam com recursos e capacitação funcional para resolução de situações emergenciais.

O trabalho executado pelo Patem abrange as seguintes áreas: uso do solo, recursos minerais e água subterrânea, infraestrutura pública, distritos industriais e de serviços, e dinâmica socioeconômica municipal. Criado em 1989, já foram investidos R$ 19 milhões em mais de 500 atendimentos em todo o Estado.

Como funciona
Quando o município tem um problema que necessita de avaliação técnica do IPT, a prefeitura deve enviar ofício à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado (SDECT) relatando o tipo de situação a ser examinada. Se a solicitação atender às exigências do Patem, prefeitura e secretaria celebram o convênio.

Os técnicos do IPT visitam o município para levantar as informações necessárias para produção do diagnóstico, apontando problemas e as medidas necessárias para solucioná-los. O programa não repassa recursos para a realização de obras. Mais informações na Coordenadoria de Ciência e Tecnologia da SDECT pelo telefone (11) 3218-5735 / 5734.
 

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo