carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

São Vicente e Jales recebem relatório do Patem



26/01/2010

Prefeitos receberam relatório do IPT durante encontro na Secretaria de Desenvolvimento

O secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, entregou nesta terça-feira, 26 de janeiro, parecer técnico do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), com recomendações para melhorar as condições estruturais do edifício da Câmara Municipal de São Vicente e do viaduto Antônio Amaro, em Jales. O relatório foi entregue aos prefeitos Tércio Augusto Garcia Júnior (São Vicente) e Humberto Parini (Jales), durante encontro na Secretaria de Desenvolvimento.

São Vicente
Após dois meses de estudos, técnicos do instituto analisaram a estrutura do edifício da Câmara dos Vereadores, para avaliar o risco das trincas e rachaduras apresentadas na edificação e apontar medidas que devem ser tomadas para a solução dos problemas. O investimento total para realização dos estudos foi de R$ 24.410,04, a Secretaria destinou R$ 19.428,53, e a prefeitura responsabilizou-se pela contrapartida de R$ 4.981,51.

Jales
O trabalho de inspeção do viaduto Antônio Amaro, situado na Av. Francisco Jalles, também teve duração de dois meses. Os técnicos do IPT fizeram a análise estrutural da ponte, construída no final da década de 60, que passou a apresentar trincas e fissuras. O relatório aponta as medidas que devem ser tomadas para evitar o agravamento do problema. O investimento total foi de R$ 48.553,78, a SD destinou R$ 42.050,55 e a prefeitura R$ 6.503,23.

Sobre o Patem
A Secretaria de Desenvolvimento, por intermédio do Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem), financia serviços especializados do IPT para obtenção de pareceres técnicos em municípios de pequeno e médio porte. Os temas trabalhados pelo Patem são: planejamento territorial, obras de infraestrutura pública, defesa civil, mineração, cerâmica, resíduos sólidos, recursos hídricos, agricultura irrigada, habitação, distritos industriais, turismo e Arranjos Produtivos Locais (APLs). O programa existe desde 1989. Ao longo desses 20 anos, já foram investidos mais de R$ 15 milhões em mais de 500 atendimentos.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo