carregando...

Notícias

Notícias

Rio Preto debate negócios no setor de petróleo e gás



06/05/2010

Cerca de 200 pessoas participaram do evento no Teatro do Sesi de Rio Preto

O município de São José do Rio Preto sediou, nesta quinta-feira, 6 de maio, o segundo de uma série de 10 eventos pelo Estado sobre as Oportunidades de Negócios no Setor de Petróleo e Gás Natural. Promovido pela Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, em parceria com a Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade – Investe São Paulo e a Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), o encontro contou com a participação de cerca de 200 pessoas no Teatro do Sesi.

Na abertura do evento, o secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Luciano Almeida, destacou que o volume de investimentos previstos no setor petrolífero trará novas possibilidades de negócios para fornecedores de produtos e serviços. "O Estado tem potencial para se tornar um grande polo de petróleo e gás, trazendo novas oportunidades para os empresários. Por isso, é importante conhecer como adequar e qualificar seus produtos para entrar nesse mercado", afirmou o secretário.

No encontro, foram apresentados aos empresários da região os mecanismos de participação nos cadastros de fornecedores da Petrobras e do CadFor (Sistema de Cadastro de Fornecedores para o Segmento Brasileiro de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural da ONIP), formado por nove operadoras internacionais que atuam no Brasil.

Secretário-executivo da Cespeg apresentou ações do governo do Estado no setor

O evento contou com apresentações de especialistas da ONIP, das operadoras do CadFor, e da Petrobras, que mostraram os mecanismos para participação nos seus cadastros e atenderam o empresariado local para tirar dúvidas e facilitar a inclusão dos interessados nos cadastros. Segundo estudos do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), em parceria com a Petrobras, previsões indicam que deverão ser investidos, na cadeia da indústria de petróleo e gás no Brasil, US$ 40 bilhões anuais até 2014.

Na oportunidade, também foram apresentadas as ações da agência Investe São Paulo para auxiliar empresas interessadas em investir no Estado e as linhas de crédito da agência paulista de fomento Nossa Caixa Desenvolvimento – que oferece as menores taxas do mercado para capital de giro e investimentos, com juros que chegam a 0,96% ao mês. Além disso, o evento contou com palestra sobre as ações do governo do Estado no setor de Petróleo e Gás Natural, e apresentações do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e da Agência Paulista de Fomento (Nossa Caixa Desenvolvimento). Clique aqui para baixar as apresentações.

Nos próximos meses, haverá mais oito edições do evento para divulgar os sistemas de cadastro em outras regiões do Estado. Depois de Rio Preto, será a vez de Santos receber o evento, no próximo dia 27 de maio, no Parque Balneário Hotel. Clique aqui para conferir reportagem da TV Tem sobre o encontro de Rio Preto.

Evento contou com apresentações de especialistas da ONIP e da Petrobras

O encontro teve o apoio da Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto - por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Negócios de Turismo (Semdec), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-SP), do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-SP), da Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp) e da Associação de Profissionais e Empresas de Tecnologia da Informação (Apeti).

Sobre o Cadfor
Patrocinado pelas operadoras internacionais Anadarko, BG Brasil, Chevron, Devon, El Paso, Shell, Maersk, Repsol e Statoil, o CadFor entrou oficialmente em operação em fevereiro de 2008, com o objetivo de aumentar o conteúdo nacional nos investimentos das empresas associadas. Com uma única inscrição, os fornecedores têm a vantagem de fazer parte do cadastro, que serve como base de consulta para compra das nove operadoras. Atualmente, existem 285 empresas cadastradas, enquanto outras 685 estão em fase de cadastramento.

Os produtos e serviços prioritários para cadastramento estão relacionados às seguintes áreas: calderaria; elétrica; mecânica; equipamentos onshore e subsea; instrumentação; equipamentos de proteção individual; construção, manutenção e reparo naval; instalações e montagens industriais; manutenção industrial; serviços logísticos; apoio marítimo e instrumentação.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo