carregando...

Notícias

Notícias

Quilombolas terão curso técnico



14/05/2009

Mais de 500 famílias quilombolas da região do Vale do Ribeira viveram um momento histórico neste dia 13 de maio. O quilombo André Lopes, no município de Eldorado (285 km da capital), recebeu o anúncio da implementação do curso técnico em Agroecologia dentro da própria comunidade. Para o representante das lideranças quilombolas, André Luiz de Morais, “o conhecimento técnico será um passo importante para aumentar a participação dos jovens remanescentes de quilombos na sociedade civil”, afirmou.

Durante a assinatura do termo de construção, ao lado do local onde vai ser erguido o prédio, o secretário estadual de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, ressaltou a importância da parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento, a Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp) e o Centro Paula Souza. “O melhor caminho para promover a igualdade e a inclusão social é investir na geração de emprego”. O secretário também explicou o motivo da escolha do curso. “O técnico em Agroecologia pode contribuir muito no desenvolvimento sustentável do Vale do Ribeira, região que abriga a maior extensão ainda conservada da Mata Atlântica no país”, disse.

O Núcleo de Formação Profissional deverá entrar em operação a partir de 2010, com uma turma de 40 alunos. O novo prédio terá quatro salas de aula e três laboratórios, além de um núcleo de administração.

A cerimônia contou com a participação de mais de 200 pessoas, entre moradores da comunidade, estudantes, familiares e funcionários da escola estadual Maria Antonia Chules Princesa, além de diretores de ensino, prefeitos e autoridades do Estado, como o secretário-adjunto da Habitação, Ulrich Hoffmann, o diretor-executivo da Fundação Itesp, Gustavo Ungaro, e o deputado Samuel Moreira.

Agroecologia
O técnico em Agroecologia é o profissional que atua em sistemas sustentáveis de produção agroecológica. Sua função é planejar e executar projetos e atividades de preservação de recursos hídricos, solo, fauna e flora silvestre, além de orientar sobre o controle natural e biológico de insetos, doenças e plantas espontâneas.

O técnico também realiza atividades de educação ambiental, gestão de propriedade agroeocológica, integração e organização social. O profissional pode atuar na certificação de produtos agroecológicos; na assessoria técnica a prefeituras, instituições de assistência técnica e extensão rural; em propriedades rurais, cooperativas e sindicatos rurais; e trabalhos de pesquisa voltados à agroecologia.

Quilombo André Lopes
A comunidade André Lopes é formada por 76 famílias quilombolas, que vivem em um espaço de 3.200 hectares, localizado na chamada Área de Preservação Ambiental (APA), no município de Eldorado. Na região, vivem 500 famílias de 30 comunidades quilombolas, e também povos indígenas, caiçaras e pequenos produtores rurais. A comunidade André Lopes foi reconhecida em 2001 e seus moradores vivem, principalmente, da agricultura de subsistência.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo