carregando...

Notícias

Notícias

Protocolo para Parque Tecnológico



11/09/2008

Vice-governador e secretário do Desenvolvimento, Alberto Goldman, representou o governo do Estado, em assinatura do protocolo entre a Prefeitura de Ribeirão Preto e o governo do Estado. Marcando o início efetivo do processo de implantação do Parque Tecnológico junto ao campus da USP. Também participaram do evento o prefeito, assinando em nome do município; o deputado federal Duarte Nogueira; Geciane Porto, pela FIPASE, e Luiz Eduardo Adams Rafaelli, pela CEAL. O coronel Pedro Batista Lamoso, representando a Polícia Militar e o delegado Rafael Rabinovicci, representando a polícia civil, igualmente prestigiaram o evento. A solenidade foi aberta pelo secretário municipal do Planejamento, Marcos de Castro, que fez um histórico do sistema paulista de parques tecnológicos, a partir dos seus objetivos básicos: promover pesquisa e inovação tecnológica, estimular a cooperação entre instituições de pesquisa, universidades e empresas e dar suporte ao desenvolvimento de atividades empresariais intensivas em conhecimento. Lembrou que o Parque Tecnológico de Ribeirão Preto terá ênfase em saúde e biotecnologia, prevendo a utilização de terras da USP e da iniciativa privada, numa área física total de 1.110.200m2.

A implantação, com investimento inicial de R$ 22.693.600,00, se dará em cinco etapas, num investimento total de R$ 151.016.789,00. Dessa primeira etapa o governo federal participará com R$ 11.165.000,00; o estadual com R$ 4.500.000,00; a Prefeitura com R$ 3.788.000,00 e a USP com R$ 3.240.000,00.

Desenvolvimento sustentado “O governador Serra” – sublinhou Goldman – “quando iniciou seu governo, estabeleceu como foco principal da nossa secretaria a questão do desenvolvimento, significando produção, investimentos, e empregos. Nosso papel, é sermos agentes impulsionadores desse desenvolvimento, a partir do papel de articulação com os municípios, o governo federal e os demais secretários. Além disso, cabe-nos criar instituições necessárias para que esse investimento aconteça.”

Goldman lembrou que o decreto de criação dos parques tecnológicos foi assinado no governo Alckmin, mas só agora está sendo transformado em realidade. “Ainda estamos na fase inicial. O Parque Tecnológico é um grande instrumento de atração de investimentos privados, contando com total apoio do Estado. Especialmente em Ribeirão Preto temos um potencial imenso de ensino e tecnologia ligada à Universidade de São Paulo. Temos assim, em Ribeirão Preto, uma vocação na área da saúde, da biotecnologia e queremos dar todo o apoio em função do esforço que foi e está sendo feito pelo prefeito desta cidade. A assinatura desse protocolo é o passo inicial. O governador disponibilizou recursos para os parques tecnológicos porque ele acredita nisto. Ribeirão Preto tem todo o apoio do governador do Estado para a partir desse protocolo firmar convênios e produzir resultados efetivos. Cumprimento a todos vocês pelo trabalho e contribuição que deram e, certamente, vão dar ainda muito para isto se tornar uma grande realidade para alavancar ainda mais o desenvolvimento desta belíssima cidade de Ribeirão Preto.”

Investimentos estaduais - O deputado Duarte Nogueira Jr. destacou a importância da parceria entre a Prefeitura Municipal e o governo do Estado de São Paulo, lembrando que Ribeirão Preto – a partir do governo Mário Covas – vem recebendo significativos investimentos do Estado. “O grande segredo para que essas coisas possam funcionar rapidamente nosso vice-governador já nos deu: é a gestão desse Parque”, salientou Nogueira “mesmo porque quem vai promover a inovação, incorporando e processando o conhecimento, é a iniciativa privada, a partir das demandas da nossa cidade e dos nossos empreendedores”. Também nessa linha, o prefeito aproveitou para agradecer ao vice-governador e secretário Alberto Goldman pela oportunidade de demonstrar “como são importantes as parcerias. Ao decretar Ribeirão Preto como Pólo de Alta Tecnologia, o governo do Estado projetou o futuro da nossa cidade no campo da inovação, da tecnologia. Destaco, ainda, a parceria da Universidade de São Paulo e o orgulho que temos de tê-la ao nosso lado nesse projeto. Esse projeto já começa com uma área de 10 mil m2 dentro da USP e dentro dela mesmo já está certa uma área de 300 mil m2; com a parceria do grupo privado que venceu a licitação iremos para 1 milhão e 100 mil m2. Peço ao vice-governador Goldman que leve ao governador José Serra o testemunho da nossa gratidão. Com o Parque Tecnológico, ninguém segura mais desenvolvimento econômico e social desta cidade”.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo