carregando...

Notícias

Notícias

Programa Via Rápida Emprego forma 45 alunos de curso profissionalizante em Bragança Paulista



18/04/2019

O programa Via Rápida Emprego, do Governo de São Paulo, formou 45 alunos nesta quarta-feira, 17. Ao lado do prefeito Jesus Abi Chedid, a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen da Silva participou da cerimônia dos alunos que concluíram os cursos de capacitação em refrigeração e climatização. O evento aconteceu no NAPA – Núcleo de Apoio ao Professor e Aluno, em Bragança Paulista, interior de São Paulo.
 
Os resultados do programa, segundo a secretária, são motivo de comemoração. “A Secretaria de Desenvolvimento Econômico está absolutamente comprometida com a empregabilidade da população. Sabemos que os níveis de desemprego no Estado atingiram recordes históricos e estamos trabalhando em programas cada vez mais customizados para cada realidade. E a conclusão desse ensino técnico pelo Via Rápida vai colaborar com a empregabilidade desses profissionais”, afirmou.
 
O curso de Refrigeração e Climatização habilita profissionais para elaborarem projetos de instalação e manutenção de sistemas de refrigeração, seguindo a legislação e as normas técnicas, ambientais, de saúde e segurança no trabalho. A legislação exige que qualquer instalação possua um projeto de climatização. Por essa razão, há também grande procura por profissionais qualificados. O profissional dessa área pode atuar em diversos segmentos industriais, além de estabelecimentos comerciais e residenciais, oficinas de refrigeração comercial, industrial e automotiva.
 
Sobre o Via Rápida
O Via Rápida Emprego é um programa do Governo do Estado de São Paulo, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) em parceria com o Centro Paula Souza.
 
O programa visa preparar a população que busca oportunidade no mercado. Por meio dos cursos, os interessados aumentam a chance de obtenção de trabalho e de geração ou elevação de renda. O público alvo do programa é o trabalhador desempregado, com idade entre 16 e 60 anos, autônomos e pessoas em situação de vulnerabilidade. O programa colabora, ainda, para o desenvolvimento das capacidades de comunicação, de elaboração crítica, raciocínio lógico, iniciativa para a resolução de problemas, de organização do próprio trabalho, entre outras.
 
Já atendeu, desde 2011, mais de 300 mil pessoas nos 645 municípios do Estado, oferecendo mais de 300 opções de estudos em diversas áreas.
 

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo