carregando...

Notícias

Notícias

Programa forma alunos na BS e Vale do Ribeira



31/10/2011

Segundo Paulo Alexandre, programa é voltado para aqueles que mais precisam

Mais de 300 alunos, na Baixada Santista e Vale do Ribeira, receberam na tarde desta segunda-feira (31), em Santos, os certificados de conclusão dos cursos de qualificação profissional, oferecidos pelo programa Via Rápida Emprego. O evento, realizado no auditório da Universidade Católica de Santos (UNISANTOS), na Vila Mathias, reuniu formandos de Santos, Guarujá, Bertioga, Peruíbe, Praia Grande, Itanhaém, Itariri e Pedro de Toledo.

A cerimônia contou com presença do secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT), Paulo Alexandre Barbosa, que destacou a importância do programa. “Hoje, o que separa quem quer trabalhar do emprego é a capacitação. O Via Rápida foi pensado para suprir essa necessidade e facilitar a inserção das pessoas no mercado de trabalho, principalmente aquelas que mais precisam”.

Os certificados foram entregues para 12 turmas dos cursos de Técnicas de Vendas, Camareira, Assistente de Logística Portuária, Recreacionista, Corte e Costura, Assistente Administrativo, Informática Básica, Almoxarife e Estoquista, Manipulação e Higienização de Alimentos e Atendente de SAC. As capacitações foram realizadas entre os meses de agosto e outubro.

O aluno, Luiz Fernando Rossi, 30, também recebeu certificação de assistente administrativo, no curso realizado na ETEC de Peruíbe. Sem carteira assinada há dois, ele acredita que agora terá mais chances de sair da informalidade. “O programa é uma grande ajuda para a obtenção de um emprego melhor. Sinto que estou mais preparado, principalmente, após assistir as aulas que mesclaram conhecimentos gerais e específicos da modalidade”, comemora.

Mais de 2,5 mil pessoas já iniciaram cursos do programa na BS e Vale do Ribeira

Capacitações na Baixada e Vale do Ribeira Na Baixada Santista e Vale do Ribeira, mais de 2,5 mil pessoas já iniciaram cursos oferecidos pelo programa. Até o final de novembro, outros 600 inscritos também serão chamados. As capacitações intensivas, com duração de um a três meses, permitem ao participante concluir as aulas rapidamente e se candidatar às oportunidades de emprego no mercado de trabalho.

Na região, foram oferecidas mais de 50 modalidades de cursos, entre eles Operador de Empilhadeira, Assistente de Logística, Operador de Telemarketing, Básico em Rotinas de escritório, Pedreiro - Assentador de Pisos e Azulejos, Eletricista Instalador e Motorista de Passageiros.

As aulas são realizadasnas Escolas Técnicas (Etecs), em unidades do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), do Senac São Paulo e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat). Há também opções de estudos para públicos específicos.

Em Mongaguá, por exemplo, o Via Rápida atende presos na fase final do cumprimento de penas e, em Santos, foram disponibilizadas mais de 150 vagas para cidadãos da terceira idade e pessoas com deficiência. “Os cursos do Via Rápida sãovoltados às necessidades locais. Assim, o cidadão pode se qualificar e conseguir com mais facilidade um emprego próximo ao local onde mora ou até mesmo abrir um negócio próprio”, conclui o secretário.

Lançado em 14 de julho pela SDECT, o Via Rápida Emprego tem o objetivo de oferecer capacitação profissional gratuita, por meio de cursos de curta duração. São mais de 130 opções de cursos e 30 mil vagas, distribuídas em mais de 400 municípios. Informações no site www.viarapida.sp.gov.br

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo