carregando...

Notícias

Notícias

Programa de Melhoria da Competitividade



25/06/2008

 

O Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento, lançou nesta quarta-feira, 25, o Programa de Melhoria da Competitividade das empresas localizadas nos Arranjos Produtivos Locais (APLs). O programa é uma parceria firmada entre o governo estadual, o Sebrae e o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), com apoio da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

Com o objetivo de fomentar a competitividade das micro, pequenas e médias empresas e fortalecer os APLs, o programa destinará US$ 20 milhões a 15 desses arranjos. Metade desse valor virá através de empréstimo feito junto ao BID pelo Governo do Estado e os outros 50% serão a contrapartida do Sebrae. “Este é um programa piloto. Esperamos que os investimentos anunciados hoje impulsionem a concretização real das APLs”, afirmou o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Alberto Goldman.

O presidente nacional do Sebrae, Paulo Okamotto, disse não ser comum nem habitual que o poder público coloque recursos para melhorar a competitividade das empresas. “Por isso, acredito que o governo de São Paulo está de parabéns por esta iniciativa, esta postura progressista”, explicou.

Durante cerimônia de lançamento do programa, Goldman ressaltou a importância de os agrupamentos industriais se organizarem para reivindicar recursos. “Hoje acendemos o estopim. O que falta é iniciativa do empresariado que precisa se entender e estabelecer seus interesses comuns. Este lançamento é um pequeno demonstrativo do que realmente pode ser feito. As oportunidades existem e podem se multiplicar com aportes do Estado, do Sebrae e de novos financiamentos do BID. Mas, para que isso ocorra, nós precisamos ser demandados”, concluiu.

No convênio firmado, serão contemplados os APLs dos setores de: Calçados (Jaú, Franca e Birigui); Construção Civil (Itu, Tatuí, Tambaú e Vargem Grande do Sul); Móveis (Região Metropolitana e Noroeste Paulista); Confecção (Cerquilho, Tietê, Americana e Ibitinga); Plástico (Região do ABC); Álcool (APLA de Piracicaba); e Médico Odontológico (Ribeirão Preto). Representantes de todos estes setores estavam presentes no lançamento do programa.

Sobre os APLs

Arranjos Produtivos Locais são aglomerações de micro e pequenas empresas localizadas em uma mesma região, que apresentam especialização produtiva e mantêm vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com outras entidades locais, tais como governo, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa.

O Governo do Estado tem os APLs como um importante instrumento da política de desenvolvimento regional e territorial. Com esse programa, eles receberão uma metodologia específica de incremento da competitividade, desenvolvida pelo BID e pelo Sebrae.

Portal do Governo com Secretaria de Desenvolvimento

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo