carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Primeira linha de produção de veículos leves sobre trilhos da América Latina é inaugurada



04/03/2015

Fonte: Investe São Paulo

Foram investidos cerca de R$ 50 milhões na nova linha de produção (Marina Guimarães/Investe São Paulo)O diretor da Investe São Paulo, Sérgio Costa, participou na terça-feira, 3 de março, da cerimônia de inauguração da nova linha de produção da Alstom em Taubaté, no interior de São Paulo. A unidade vai produzir o Citadis, modelo de Veículos Leves Sobre Trilhos (VLT) para atender ao mercado brasileiro e, em um futuro próximo, a América Latina.

Foram investidos cerca de R$ 50 milhões no projeto, que recebeu apoio da Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade em questões tributárias, ambientais e de infraestrutura. “Quando a Alstom chegou à Investe São Paulo, fizemos coro para que a empresa fizesse do Estado de São Paulo sua plataforma de exportação não só para a América Latina, mas também para o mundo. Aqui, temos mão de obra qualificada, sustentabilidade para o negócio e apoio do governo local”, disse Costa.

Quando estiver em plena operação, a fábrica irá gerar cerca de 150 empregos diretos. Os primeiros VLTs a serem produzidos em Taubaté são parte dos 32 trens modelo Citadis encomendados para a cidade do Rio de Janeiro, para o consórcio do VLT Carioca, em setembro de 2013.

Esse contrato é parte do projeto Porto Maravilha, liderado pelo município, para modernizar a zona portuária do Rio. A expectativa é que os modais sejam entregues entre 2015 e meados de 2016, a tempo para os Jogos Olímpicos.

“Mais do que um modelo de transporte, o Veículo Leve sobre Trilhos redesenha as cidades e oferece à população uma mobilidade sustentável, confortável e acessível. Esse sistema já foi adotado por um grande número de cidades em todo o mundo nas últimas décadas. Sem dúvida, essa tendência está começando agora no Brasil e, por isso, a Alstom investiu em uma nova linha de produção, para acompanhar novos projetos de VLTs, não só para o Brasil, mas também para toda a América Latina", afirma Michel Boccaccio, vice-presidente sênior da Alstom Transport na América Latina.

A nova fábrica possui cerca de 16 mil metros quadrados e é capaz de produzir de 7 a 8 trens por mês. A unidade preza por boas práticas ambientais e utilizará, por exemplo, água proveniente de chuva para os testes feitos com água nos trens. Para o presidente da Alstom no Brasil, Marcos Costa, os VLTs representam o futuro da mobilidade urbana. “Esse investimento reflete o compromisso da Alstom com a inovação e o pioneirismo no Brasil”, disse durante o evento.

O prefeito de Taubaté, José Ortiz Junior, falou sobre a importância do empreendimento para a cidade. “A Alstom faz parte do desenvolvimento do modal ferroviário na América Latina. Quem sabe daqui a dez anos poderemos observar a instalação de um VLT em Taubaté, já que a cidade tem hoje uma população de cerca de 300 mil habitantes e cresce 1,2% ao ano”. Ele lembrou que está sendo construído um parque tecnológico na cidade, que vai abrigar inclusive uma Faculdade de Tecnologia (Fatec). A Alstom já vendeu 1.900 Citadis para 49 cidades ao redor do mundo. Já estão em circulação 1.500 unidades e já transportaram mais de 6 bilhões de passageiros.

Sobre a Alstom Transport
Promovendo a mobilidade sustentável, a Alstom Transporte desenvolve e comercializa a mais completa gama de sistemas, equipamentos e serviços do setor ferroviário. A Alstom Transporte administra sistemas inteiros de transporte, incluindo material rodante, sinalização e infraestrutura, além de oferecer soluções “turnkey”. A Alstom Transporte registrou vendas de 5,9 bilhões de euros no ano fiscal 2013/ 2014. Está presente em mais de 60 países e emprega 28.300 pessoas.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo