carregando...

Notícias

Notícias

Pesquisadores discutem riscos e vulnerabilidades na Unesp Rio Claro



30/12/2014

Fonte: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Pesquisadores do Brasil e do exterior se reuniram, entre 10 e 12 de dezembro, na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), de Rio Claro, para participar do Encontro Internacional de Vulnerabilidades e Riscos Socioambientais, promovido pelo Ceapla (Centro de Análise e Planejamento Ambiental).

O secretário Chefe da Casa Militar e coordenador da Defesa Civil do Estado de São Paulo, Coronel José Roberto Rodrigues de Oliveira, foi um dos palestrantes. Ele falou sobre as políticas do estado para combater e reduzir os desastres naturais, a atuação da Defesa Civil e a necessidade de se mapear as áreas de risco para ter eficácia na prevenção.

O docente do Centro de Estudos em Geografia e Ordenamento do Território (Cegot), da Universidade de Coimbra em Portugal, Prof. Dr. Lúcio José Sobral da Cunha, falou sobre as vulnerabilidades e riscos de seu país. No período da tarde, foi realizada uma mesa redonda para discutir o tema "Vulnerabilidades, Mudanças Climáticas e Riscos Ambientais" com participação da Profa. Dra. do Ceapla, Magda Adelaide Lombardo; Profa. Dra. Da Facultad de Filosofia y Letras - Unam, México, Leticia Gomez Mendoza; Consultor da Organização das Nações Unidas (ONU), para Agricultura e Alimentação, Prof. Dr. Mostafa Kamel Nosseir; Profa. Dra. CEA/Unesp, Samia Maria Tauk-Tornisielo; e Prof. Dr. do Departamento de Engenharia Ambiental da Unesp de São José dos Campos, Silvio Jorge Coelho Simões.

No segundo dia do evento, a Profa. Dra. da Universidade de Coimbra em Portugal, Anabela Martins Ramos apresentou pesquisa sobre os sismos ocorridos em Portugal. Segundo ela, o país tem muitos sismos, mas a maioria é de baixa intensidade com poucos efeitos colaterais.

O Prof. Dr. do Instituto Geológico da Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Claudio Jose Ferreira, explicou a metodologia utilizada para classificar áreas de risco no estado e calcular as vulnerabilidades, além de mostrar as principais áreas de risco para desastres naturais.

O Prof. Dr. do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da ESALQ/USP, Antonio Ribeiro de Almeida Jr., tratou da informação como vulnerabilidade. Ele analisou como a mídia trata as questões ambientais com relação à demanda crescente da indústria por matérias-primas. O pesquisador falou sobre a contenda entre Estados Unidos e Rússia e a abordagem unilateral da imprensa brasileira claramente norte-americana.

A segunda mesa redonda do evento discutiu o tema "O Papel da Defesa Civil e da Segurança Pública na Gestão dos Riscos Socioambientais". Desse debate participaram a professora aposentada do Departamento de Geografia da Unesp de Rio Claro, Maria Juraci Zani dos Santos, comandante do Policiamento Ambiental do Estado de São Paulo, Coronel Renato Cerqueira Campos, secretário de Segurança e Defesa Civil de Rio Claro, José Sepúlveda, mestre em Ciências da Defesa Civil de Santos, Marcos Pellegrini Bandini, e Prof. Dr. da Universidade Anhembi Morumbi, Denis Dorighello Tomás.

O encontro foi encerrado com palestra ministrada pelo diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) do ministério da integração nacional, Élcio Alves Barbosa. Na sexta-feira, 12 de dezembro, os participantes realizaram trabalho de campo para analisar a paisagem e áreas de riscos ambientais em Santos.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo