carregando...

Notícias

Notícias

Paula Souza firma parceria com supermercados



10/05/2011

Anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin durante evento da Apas

O governador Geraldo Alckmin e o presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), João Galassi, firmaram nesta segunda, 9 de maio, acordo de cooperação para desenvolvimento de um projeto de qualificação profissional no setor supermercadista. O protocolo foi assinado na abertura do evento Apas 2011 – 27º Congresso de Gestão e Feira Internacional de Negócios em Supermercados, no Expo Center Norte, em São Paulo. Laura Laganá, diretora superintendente do Centro Paula Souza também participou do evento.

Atualmente, os supermercados geram 240 mil empregos diretos e 800 mil indiretos no Estado. Cerca de 20% das vagas não são preenchidas por falta de profissionais especializados. A parceria vai contribuir para mudar esse cenário. “O setor supermercadista é um dos mais importantes da economia paulista. Por isso, assinamos esse acordo entre o Centro PaulaSouza e a Apas com duas iniciativas: criar um curso superior tecnológico de gestão supermercadista e incluir cursos de qualificação no programa Via Rápida para o Emprego, para quem está desempregado e tem baixa escolaridade”, afirmou Geraldo Alckmin na assinatura do termo de cooperação.

Os cursos de qualificação para formar auxiliares das seções de carnes, frios e laticínios, hortifruti, estoquistas e operadores de caixa, entre outros, serão inicialmente implantados como piloto em Campinas e devem gerar mil vagas no setor até o final deste ano no município.

O Centro Paula Souza irá elaborar o projeto pedagógico, disponibilizar a equipe de professores e preparar o material didático dos cursos. Por sua vez, a Apas doará equipamentos para um laboratório que reproduz as instalações de um supermercado, no futuro posto fixo do programa Via Rápida no município de Campinas. Além disso, montará uma unidade móvel de qualificação profissional nas áreas voltadas ao comércio atacadista e varejista. Os cursos serão ministrados por professores de Escolas Técnicas Estaduais (Etecs). Em Campinas, a parceria da Apas deverá ocorrer com a Etec Conselheiro Antonio Prado.

O Via Rápida prevê pagamento de uma ajuda de custo durante o período do curso. No projeto-piloto serão ministradas 200 horas de aulas práticas e teóricas. Ao término desse período, os alunos poderão ser contratados por um supermercado.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo