carregando...

Notícias

Notícias

Patem promove estudos em Bofete e Cerqueira César



08/02/2010

Relatórios apontam medidas para auxiliar municípios na solução de questões técnicas

Os municípios de Bofete e Cerqueira César, na região de Sorocaba, receberam nesta segunda-feira, 8 de fevereiro, pareceres técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), finaciados pela Secretaria de Desenvolvimimento, por intermédio do Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem). Os relatórios foram entregues pelo secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, aos prefeitos Claudécio José Ebúrneo (Bofete) e José Rossetto (Cerqueira César), durante encontro na sede da Secretaria.

Bofete
Após dois meses de estudos, técnicos do instituto elaboraram um relatório sobre o ordenamento territorial geomineiro de Bofete. A equipe cadastrou as atividades de mineração do município e indicou regiões que devem ser resguardadas para preservação do meio ambiente. O investimento total para realização dos estudos foi de R$ 144.558,80, a Secretaria de Desenvolvimento destinou R$ 132.805,27, e a prefeitura responsabilizou-se pela contrapartida de R$ 11.753,53.

Cerqueira César
Os técnicos do IPT fizeram a análise estrutural de uma ponte de concreto sobre o Rio Novo, em estrada rural na divisa entre Cerqueira César e Iaras, que passou a ser intensamente utilizada por tratores, máquinas, caminhões e ônibus de trabalhadores. Durante as inspeções, foi sugerido à prefeitura, no final de dezembro, a interdição do tráfego de veículos sobre a ponte. Agora, o relatório apresenta as recomendações que devem ser tomadas com urgência para reparar os problemas. O investimento total para realização dos estudos foi de R$ 71.910,57, financiados pela Secretaria de Desenvolvimento.

Sobre o Patem
A Secretaria de Desenvolvimento, por intermédio do Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem), financia serviços especializados do IPT para obtenção de pareceres técnicos em municípios de pequeno e médio porte. Os temas trabalhados pelo Patem são: planejamento territorial, obras de infraestrutura pública, defesa civil, mineração, cerâmica, resíduos sólidos, recursos hídricos, agricultura irrigada, habitação, distritos industriais, turismo e Arranjos Produtivos Locais (APLs). O programa existe desde 1989. Ao longo desses 20 anos, já foram investidos mais de R$ 15 milhões em mais de 500 atendimentos.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo