carregando...

Notícias

Notícias

Patem financia recuperação de estrutura da cobertura de igreja em Garça



10/12/2014

Fonte: Instituto de Pesquisas Tecnológicas

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (SDECTI) financiou o apoio tecnológico para a recuperação da estrutura da cobertura da Igreja Matriz da Paróquia São Pedro Apóstolo, na cidade de Garça. O atendimento foi realizado por meio do Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem) e contou com profissionais da Seção de Engenharia de Estruturas do CTObras, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

Dividido em duas fases, o trabalho durou pouco mais de dois anos. Os profissionais do IPT foram contratados inicialmente por uma comissão da igreja e, em junho deste ano, pela prefeitura e pela SDECTI.

A igreja de Garça tem um histórico de constantes problemas na estrutura da cobertura. Em 1962, um ano antes da finalização da construção, quase houve um desabamento da cobertura. Neste primeiro momento foi providenciado um escoramento, construídos mais pilares e instalados tirantes constituídos por um conjunto de cordas de aço para melhorar a sustentação da cobertura. Em 1969, a cobertura quase ruiu novamente, tendo sido instalado um novo conjunto de tirantes. 

Em 2006 durante a celebração de uma missa, um dos tirantes se rompeu, devido principalmente, ao desgaste sofrido por intemperismo. O acontecimento levou à contratação de uma empresa para instalar novos tirantes. No ano de 2012 a igreja foi interditada e o IPT foi contratado pela primeira vez para verificar as condições da estrutura. 

“Na inspeção, levantamos todos os problemas existentes e fizemos uma série de recomendações à recuperação da estrutura da cobertura. Para melhor desempenho dos tirantes e proteção contra corrosão, foi recomendada a elaboração de um projeto prevendo a instalação dos tirantes sob a cobertura.”, afirma o pesquisador Ivanisio de Lima Oliveira.

A partir de 2013, todas as recomendações foram executadas pela empresa contratada, com o IPT prestando consultoria, acompanhado a instalação dos tirantes e realizado prova de carga para verificação do comportamento da estrutura da cobertura. A prova de carga foi realizada no segundo semestre desse ano utilizando-se caixas com sacos de areia, penduradas na cobertura, pesando o equivalente às cargas de forro, instalações, impermeabilização, vento e coeficiente de majoração, visando garantir a segurança da estrutura. 

“Considerando os resultados obtidos na prova de carga, podemos concluir que a estrutura da cobertura está em condição adequada de segurança estrutural para utilização da igreja”, declara Ivanisio. No período em que a igreja permaneceu interditada, os fieis realizavam as celebrações de missas em um salão paroquial. Já finalizado o trabalho do IPT, estão sendo executados outros serviços para a recuperação da igreja. O instituto deverá dar mais um apoio no próximo ano na retirada dos tirantes antigos existentes sobre a cobertura.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo