carregando...

Notícias

Notícias

Patem entrega laudos do IPT para cinco municípios



22/12/2009

Laudos do IPT recomendam ações para solução de problemas nos municípios (Leonardo Tote/SD)

O secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, entregou nesta terça-feira, 22 de dezembro, pareceres técnicos feitos por especialistas do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) em Águas da Prata, Brotas, Lindoia, Piquete e Ribeirão Pires. Os laudos apontam medidas que devem ser tomadas pelos poderes públicos municipais para resolução de problemas como enchentes, erosões, contaminação de solo e obras de infraestrutura viária.


Os estudos foram financiados pela Secretaria de Desenvolvimento, por intermédio do Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem), com a contrapartida das prefeituras.

Confira os serviços prestados em cada município:

Águas da Prata – após três meses de estudos, técnicos do IPT avaliaram riscos de desmoronamentos, erosões e deslizamentos em áreas rochosas na área urbana da cidade para elaboração de um laudo com recomendações para minimizar os problemas. Valor total: R$ 71.512,40. O Estado ficou responsável pelo aporte de R$ 67.762,40 e a prefeitura de Águas da Prata pela contrapartida de R$ 3.750,00.

Brotas – especialistas do IPT elaboraram durante cinco meses de estudos uma análise do processo erosivo e do comportamento hidrogeológico (estudo das águas subterrâneas) para solução de problemas de subsidência (deslocamento do solo). Valor total: R$ 90.559,00 – Estado: R$ 82.005,46 – Prefeitura: R$ 8.553,54.

Lindoia – em dois meses de estudos, uma equipe de técnicos do IPT realizou uma inspeção para avaliar a estrutura da Ponte do Arco, um dos principais cartões postais de Lindoia. Valor total: R$ 33.844,12 – Estado: R$ 32.164,12 – Prefeitura: R$ 1.680,00.

Piquete – após cinco meses de estudos, técnicos do IPT elaboraram o mapeamento de áreas de risco de inundações, escorregamentos e solapamentos de margens fluviais, além do plano de macrodrenagem das águas das chuvas. Valor total: R$ 148.780,60 – Estado: R$ 142.780,60 – Prefeitura: R$ 6.000,00.

Ribeirão Pires – em três meses de estudos, o laudo técnico do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) recomenda ações para recuperação do solo dos edifícios que compõem o Centro Educacional Ibrahim Alves de Lima, contaminado com cloreto de sódio. Valor total: R$ 113.882,34 – Estado: R$ 94.759,99 – Prefeitura: R$ 19.122,35.

Sobre o Patem
A Secretaria de Desenvolvimento, por intermédio do Patem, financia serviços especializados do IPT para obtenção de pareceres técnicos em municípios de pequeno e médio porte. Os temas trabalhados pelo Patem são: planejamento territorial, obras de infraestrutura pública, defesa civil, mineração, cerâmica, resíduos sólidos, recursos hídricos, agricultura irrigada, habitação, distritos industriais, turismo e Arranjos Produtivos Locais (APLs).

Entre janeiro e dezembro de 2009, a Secretaria de Desenvolvimento contabilizou 21 ordens de serviço assinadas com os municípios de Aparecida, Águas da Prata, Bananal, Bauru, Bofete, Brotas, Cachoeira Paulista, Campos do Jordão, Cedral, Cerqueira César, Conchas, Jales, Lindoia, Novo Horizonte, Piquete, Ribeirão Pires, São Lourenço da Serra, São Luiz do Paraitinga, São Vicente, Tambaú e Tremembé, para apontar diagnósticos de erosões, contaminação de solo, assoreamentos, enchentes, análises estruturais de edificações, etc.

No total, foram disponibilizados R$ 1.572.823,00 em investimentos do Patem em 2009. O programa existe desde 1989. Ao longo desses 20 anos, já foram investidos mais de R$ 15 milhões em cerca de 500 atendimentos.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo