carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Parque Tecnológico recebe credenciamento definitivo



27/12/2010

Credenciamento foi assinado durante solenidade na sede da Secretaria

O Parque Tecnológico de São José dos Campos (PqTec SJC) recebeu nesta terça-feira, 28 de dezembro, seu credenciamento definitivo no Sistema Paulista de Parques Tecnólogos (SPTec). A oficialização foi assinada pelo secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Luciano Almeida, durante solenidade na própria sede da Secretaria de Desenvolvimento, com as presenças do prefeito de São José dos Campos, Eduardo Cury, e do diretor geral do parque tecnológico, Marco Antonio Raupp.

Com o credenciamento, o Parque Tecnológico de São José dos Campos torna-se a primeira iniciativa a receber o status definitivo no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos, cumprindo os requisitos previstos no decreto n° 54.196/2009, que regulamenta o SPTec e define as entidades de apoio e empresas de base tecnológica que poderão se beneficiar dos incentivos estaduais.

Atualmente, o PqTec conta com quatro Centros de Desenvolvimento de Tecnologias, (CDTs) nas áreas de energia, aeronáutica, saúde e recursos hídricos e saneamento ambiental. Também fazem parte do planejamento estratégico do Parque Tecnológico de São José dos Campos centros relacionados aos setores automotivo, ferroviário e espacial.

Nos CDTs, que funcionam por meio de parcerias entre empresas-âncora, universidades e entidades de pesquisa para o desenvolvimento de tecnologias específicas, estão a Embraer, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) - (Tecnologias Aeronáuticas); Vale Soluções em Energia (VSE), ITA e Universidade de São Paulo (USP) de São Carlos (Tecnologias em Energia); Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade Estadual Paulista (Unesp), Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), Universidade Camilo Castelo Branco (UniCastelo) e ITA (Inovação Tecnológica em Saúde); e Sabesp, IPT, Escola Politécnica (Poli/USP), Unifesp e ITA (Tecnologia em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental).

Localizado no km 137,8 da Rodovia Presidente Dutra, o PqTec tem como missão promover a interação entre instituições de ensino e pesquisa, empresas, governos e entidades de fomento, visando à inovação tecnológica, à criação de novas empresas de base tecnológica, à revitalização de economias locais e regionais, à melhoria da competitividade industrial e à geração de novos empregos.

Evento contou com as presenças do prefeito de SJC e do diretor geral do parque

Estrutura
Além dos Centros de Desenvolvimento de Tecnologias (CDTs), o PqTec SJC conta com o Centro Empresarial 1, que – nos próximos meses – abrigará cerca de 20 empresas de base tecnológica, e com o "Parque das Universidades", área de 400.000 m2 onde já está instalada a Faculdade de Tecnologia (Fatec). A partir de 2011, receberá também a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). O parque possui ainda um escritório do Instituto Educacional BM&F Bovespa, a escola de negócios da bolsa de valores que oferecerá cursos para a disseminação de conhecimentos sobre o mercado de capitais.

Outras entidades parceiras do PqTec SJC são a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) , o Centro para a Competitividade do Cone Leste Paulista (Cecompi), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e a Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil (AIAB). O parque é membro da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e da International Association of Science Parks (IASP).

O Núcleo do PqTec SJC localiza-se em um terreno de 188.000 m2 adquirido em 2005 pela Prefeitura de São José dos Campos. Nesse ambiente de parcerias com entidades vocacionadas à agregação de valores tecnológicos, o parque tem se expandido em uma área definida por lei de 12.500.000m² em torno do seu núcleo. Saiba mais no site: www.pqtec.org.br.

Investimentos
Nos últimos cinco anos, a Secretaria de Desenvolvimento investiu mais de R$ 7,5 milhões em obras e equipamentos para o PqTec SJC. Parte desses recursos estão sendo investidos na construção do Centro Empresarial 1, com 5.840 m² de área útil. O novo espaço vai abrigar empresas de base tecnológica, nas áreas de equipamentos eletrônicos, aeronáutica, automação, componentes eletrônicos, energia, saúde, software house, tecnologia de geoinformação e web design. Além disso, foram investidos recursos na implantação da Fatec e do Laboratório de Estruturas Leves do IPT, que está sendo montado no Centro de Desenvolvimento em Tecnologias Aeronáuticas (CDTA).

O parque recebeu ainda recursos da prefeitura de São José dos Campos, que aportou R$ 71.550.000,00, e do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp), do Centro Paula Souza, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que investiu um total de R$ 31.500.000,00.

O Governo Federal, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e do Ministério da Educação (MEC), aportou R$ 494.750.000,00. O setor privado, por sua vez, investiu no parque R$ 398.750.000,00 por meio da Embraer, Vale, Grupo Sygma e UniCastelo. No total, até o momento, foram investidos R$ 996.550.000,00 no Parque Tecnológico de São José dos Campos (PqTec SJC).

Parque Tecnológico de SJC está localizado na Rodovia Presidente Dutra, km 137,8

Sobre o SPTec
Criado pelo governo do Estado de São Paulo para dar apoio e suporte à formação de parques tecnológicos, o SPTec tem como objetivo atrair investimentos e gerar novas empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica. Segundo definição da International Association of Science Parks (Iasp), parques tecnológicos são empreendimentos criados e geridos com o objetivo permanente de promover pesquisa e inovação tecnológica, estimular a cooperação entre instituições de pesquisa, universidades e empresas, além de dar suporte ao desenvolvimento de atividades empresariais.

Esse tipo de empreendimento está em processo de consolidação por meio de estratégias de desenvolvimento de aptidões regionais, centradas na articulação entre instituições de ensino superior, poder público e organizações estatais e privadas, em áreas de potencial tecnológico. Nesse sentido, a expectativa é que as empresas se fortaleçam, potencializem suas atividades e, com o auxílio da pesquisa institucional, alavanquem mercados globais e alta tecnologia.

No Estado, existem 30 iniciativas para implantação de parques tecnológicos, sendo que o Parque Tecnológico de São José dos Campos passa agora a contar com o credenciamento definitivo no sistema, enquanto outras 18 iniciativas estão com credenciamento provisório: Araçatuba, Barretos, Botucatu, Campinas (três iniciativas: Polo de Pesquisa e Inovação da Unicamp, CPqD e CTI-TEC), Ilha Solteira, Mackenzie-Tamboré, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Carlos (duas iniciativas: ParqTec e EcoTecnológico), São José do Rio Preto, São Paulo (duas iniciativas: Jaguaré e Zona Leste) e Sorocaba.

Incentivos
As empresas que se instalarem em parques tecnológicos do SPTec poderão participar do programa estadual de incentivos fiscais, chamado “Pró-Parques”. Instituições de apoio e empresas de base tecnológica poderão utilizar créditos acumulados de ICMS ou diferir o imposto para realização de investimentos e no pagamento de ICMS relativo à importação de bens destinados ao ativo imobilizado.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo