carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Parque Eco-Tec entra no sistema paulista



24/04/2009

O secretário estadual de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, assinou nesta sexta-feira, 24 de abril, em São Carlos, o credenciamento provisório do Parque Eco-Tecnológico Damha, que ocupará área de 1 milhão de m², na Rodovia SP-318, que liga São Carlos a Ribeirão Preto. O local será voltado aos setores de tecnologia de informação e comunicação, biomassa, engenharia de materiais e energias renováveis. A região já dispõe de outra iniciativa, o São Carlos Science Park, cujo pré-credenciamento foi feito em 2008.

“Com o credenciamento provisório, o Parque Eco-Tecnológico já começa a se estruturar para receber empresas brasileiras e internacionais interessadas em investir em São Carlos - um município pioneiro neste modelo de iniciativa”, afirmou o secretário de Desenvolvimento.
Na oportunidade, o prefeito de São Carlos, Oswaldo Baptista Duarte Filho, anunciou que o novo parque tecnológico irá sediar a primeira fábrica de semicondutores da América Latina. “Esse será um investimento internacional de US$ 1 milhão, que irá gerar 700 novos postos de trabalho”, disse o prefeito.

Além do credenciamento provisório do parque, o secretário de Desenvolvimento aproveitou a viagem a São Carlos para visitar a incubadora de empresas do município e assinar uma parceria com a prefeitura. Com o acordo, a Secretaria de Desenvolvimento vai ceder o imóvel do Governo do Estado, onde está instalado o Centro de Desenvolvimento de Indústrias Nascentes (Cedin), para a prefeitura de São Carlos, que será responsável pela gestão do órgão. O prazo de cessão estipulado no convênio é de cinco anos.

O Cedin possui 950 m² de área construída. Fica localizado na avenida Santos Dumont, 800, na Vila Celina, e funciona como incubadora de 16 empresas instaladas no mesmo local, todas de base tecnológica. Outras 16 organizações também contam com os serviços do órgão. Somadas, essas empresas registraram faturamento de R$ 8 milhões em 2008, gerando 150 postos de trabalho.

O presidente do Instituto Inova, entidade gestora do Parque Eco-Tecnológico, José Octávio Armani Paschoal, afirmou que o projeto prevê a implantação de uma nova incubadora de empresas dentro do Eco-Tec. “Existe uma grande demanda de empresas querendo fazer parte do Cedin. Por isso, nossa ideia é instalar o Cedin 2 dentro do novo parque”, ressaltou.

Parque Eco-Tecnológico
O Parque Eco-Tecnológico está associado ao Parque Eco-Esportivo Damha, que contém condomínios residenciais, áreas de esporte, lazer e de preservação ambiental. Em seu conjunto, a área total soma cerca de 13 milhões de m², sendo 12 milhões para o Parque Eco-Esportivo e 1 milhão para o Parque Eco-Tecnológico. O empreendimento terá como objetivo incentivar o desenvolvimento da região, por meio da inovação tecnológica em processos, produtos e gestão.

A iniciativa terá como órgão gestor o Instituto Inova, entidade de direito privado, sem fins lucrativos, criado especificamente para esse fim. Caberá ao Inova a gestão da incubadora e a prestação de serviços junto a empresas incubadas e/ou implantadas no Parque Eco-Tecnológico, além de prover cursos e treinamentos. A entidade também será responsável pela gestão de projetos envolvendo empresas e unidades de ciência e tecnologia, e, quando for o caso, irá constituir-se como certificadora ou avaliadora de conformidade com normas técnicas nacionais e internacionais e de metrologia.

O Instituto Inova será instalado fisicamente no Núcleo de Inovação, dentro de uma área localizada no Parque Eco-Tecnológico Dahma. O Núcleo de Inovação do Parque está previsto para ser implantado em dois anos e terá uma incubadora e áreas de apoio e suporte.

Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec)
Parques Tecnológicos são empreendimentos para a promoção de ciência, tecnologia e inovação. Esses espaços oferecem a oportunidade de transformar conhecimento em riqueza, aproximando universidades, centros de pesquisas, Escolas de Tecnologia (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do setor produtivo (empresas em geral). Os Parques Tecnológicos são ambientes propícios para o desenvolvimento de Empresas de Base Tecnológica (EBTs) e estimulam a sinergia de experiências entre as empresas instaladas no local, tornando-as mais competitivas.

O Governo de São Paulo dispõe do Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), que é um conjunto de Parques Tecnológicos articulados entre si, com o objetivo de incentivar e promover o desenvolvimento econômico do Estado, por meio da atração de investimentos e geração de novas empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica. Os interessados em solicitar a integração ao SPTec poderão realizar o credenciamento provisório mediante a comprovação de requisitos estabelecidos no decreto estadual 54.196/09, publicado no Diário Oficial de 03/04/2009 .

Atualmente, existem 19 iniciativas em parceira com a Secretaria de Desenvolvimento para implantação de Parques Tecnológicos: Americana, Araçatuba, Botucatu, Campinas (Ciatec e Polo de Pesquisa e Inovação da Unicamp), Grande ABC, Guarulhos, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio Claro, Rio Preto, São Carlos (ParqTec e EcoTec), Santa Bárbara do Oeste, Santos, São José dos Campos, São Paulo (Jaguaré e Zona Leste) e Sorocaba.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo