carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Pariquera-Açu terá estudo contra inundações



10/10/2013

O levantamento será realizado por técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado, Rodrigo Garcia, e o prefeito de Pariquera-Açu, José Carlos Silva Pinto, assinaram nesta quinta-feira, 10 de outubro, convênio para elaboração de estudo dos processsos de inundação na área urbana da cidade. O trabalho será viabilizado pelo Programa Estadual de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem). Também participaram do encontro, o presidente do PSDB no Município, Milton Wolf, o ex-prefeito de Juquiá, Tonico Alonso, o assessor da prefeitura de Pariquera- Açu , Paulo Sérgio e o assessor parlamentar do Deputado Samuel Moreira, Toninho Oliveira.


De acordo com Rodrigo Garcia, esse relatório é essencial para diagnosticar a atual situação do local. “A prefeitura poderá seguir as recomendações necessárias para minimizar os efeitos da inundação. O estudo será realizado por técnicos do IPT, um dos mais renomados institutos do Brasil. A Pasta também está à disposição para novas parcerias”, completa.

O estudo terá a duração de oito meses e envolverá quatro etapas, entre elas, o levantamento bibliográfico e histórico da área de inundação, a delimitação da bacia de contribuição, elaboração de mapas e proposição de diretrizes. O valor total investido será de R$ 182.815,75. A Secretaria fará aporte de R$ 166.096,81 e a contrapartida da Prefeitura Municipal será de R$ 16.718,95.

Para o prefeito José Carlos, o relatório será importante para garantir a segurança dos moradores de Pariquera-Açu. “Com o convênio podemos fazer um levantamento das áreas de riscos e evitar os danos causados pelas enchentes provocadas por fortes chuvas e transbordamento de rios na região do Vale do Ribeira”, diz.

Sobre o Patem
O programa financia serviços especializados que utilizam a capacitação técnica do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para obtenção de laudos em municípios de pequeno e médio porte, que não contam com recursos e capacitação funcional para resolução de situações emergenciais.

O trabalho executado pelo Patem abrange as seguintes áreas: uso do solo, recursos minerais e água subterrânea, infraestrutura pública, distritos industriais e de serviços, e dinâmica socioeconômica municipal. Criado em 1989, já foram investidos R$ 19 milhões em mais de 500 atendimentos em todo o Estado.

Como funciona
Quando o município tem um problema que necessita de avaliação técnica do IPT, a prefeitura deve enviar ofício à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado (SDECT) relatando o tipo de situação a ser examinada. Se a solicitação atender às exigências do Patem, prefeitura e secretaria celebram o convênio.

Os técnicos do IPT visitam o município para levantar as informações necessárias para produção do diagnóstico, apontando problemas e as medidas necessárias para solucioná-los. O programa não repassa recursos para a realização de obras. Mais informações na Coordenadoria de Ciência e Tecnologia da SDECT pelo telefone (11) 3218-5735 / 5734.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo