carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Parceria entre FAPESP e MICROSOFT



10/04/2007

O O vice-governador do Estado de São Paulo e secretário de Desenvolvimento, Alberto Goldman, participou nesta terça-feira (10/4) do lançamento do Instituto Microsoft Research – FAPESP de Pesquisas em TI, resultado de convênio assinado entre a Microsoft e a FAPESP, instituição vinculada à Secretaria de Desenvolvimento.

O Instituto é uma iniciativa pioneira no Brasil e associa os setores público e privado com o objetivo de estimular a geração e a aplicação de conhecimento em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Em todo o mundo, por meio do programa Microsoft Research, a empresa apóia projetos e forma uma rede de pesquisadores capazes de criar novos conhecimentos que contribuam para a melhoria nas capacidades tecnológicas, e, consequentemente, sociais.

“É importante destacar a vocação social dessa parceria, que representa um primeiro passo no sentido de consolidar condições para a conquista de objetivos maiores para a ciência, a tecnologia e o desenvolvimento do país”, disse Carlos Vogt, presidente da FAPESP.

“A FAPESP foi escolhida como parceira por dois principais motivos: sua notada qualidade de ensino em São Paulo e a grande oportunidade de fomentar pesquisa voltada para aplicação no Brasil”, revelou Henrique Malvar, diretor-geral da Microsoft Research.

O presidente da Microsoft Brasil, Michel Levy, ressaltou a importância da iniciativa privada ao apoiar e estimular a pesquisa e acredita em uma jornada profícua para o recém lançado projeto.

Goldman lembrou o deficiente investimento da iniciativa privada em pesquisa no Brasil e espera que a criação do Instituto seja um ato inicial, uma “semente importante” para o setor.

Propostas na área de Ciência e Engenharia da Computação e também propostas resultantes de colaboração nessa área serão incentivadas. A meta do Instituto é buscar soluções para problemas tecnológicos complexos, interagindo com a comunidade acadêmica. “Nosso desejo é aumentar o limite de conhecimento científico e tecnológico, e aplicá-lo aqui no Brasil”, disse Henrique Malvar.

Convênio e chamada Microsoft Research - FAPESP: www.fapesp.br/convenios/microsoft

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo