carregando...

Notícias

Notícias

Novos convocados têm até sexta (9) para matrícula



06/09/2011

Selecionados recebem material didático e subsídio para transporte de R$ 120 por mês

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT) iniciou na última terça-feira (06) mais uma fase da convocação para o preenchimento de 1.650 vagas em cursos de qualificação profissional do Via Rápida Emprego, na capital e em 24 municípios do interior. Selecionados têm até esta sexta-feira para efetuar matrícula. Veja aqui a tabela de convocação

As novas turmas iniciarão as aulas no dia 12. Os candidatos selecionados recebem material didático e subsídio de transporte no valor de R$ 120 por mês. Os desempregados sem seguro desemprego ou benefício previdenciário também têm direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210 durante o período do curso, podendo receber o total de R$ 330.

Inscrições abertas
As inscrições para cursos do Via Rápida continuam abertas. A proposta é capacitar até o final deste ano 30 mil pessoas em todo o Estado. Para participar é preciso ter idade mínima de 16 anos, ser alfabetizado e residir no Estado de SP. As inscrições devem ser realizadas somente pelo site www.viarapida.sp.gov.br, e os documentos necessários são RG e CPF.

A seleção é feita pela SDECT, que usará critérios como idade, escolaridade, renda familiar, além de priorizar quem estiver desempregado ou for arrimo de família. Entre cursos disponíveis estão panificação artesanal, assistente administrativo, informática, mecânica, eletricista, logística, motorista de táxi, produção de açúcar e álcool, recepção e outras.

O programa também oferece opções de estudos específicos para pessoas com deficiência, alunos do último ano do Ensino Médio das escolas da rede estadual e presidiários em regime semiaberto e egressos do sistema penitenciário. A lista com as modalidades oferecidas pode ser consultada pelo site do Via Rápida.

Metas para 2012
No próximo ano o Via Rápida será ampliado e deverá atender mais 125 mil cidadãos. Também serão construídas cinco unidades fixas do programa em cidades-polo, a serem definidas ainda em 2011. Para suprir a carência de estrutura laboratorial em municípios menores, serão entregues 12 unidades móveis(carretas) que circularão por todo o Estado.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo