carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Mais de 70% vieram de escolas públicas



20/03/2009

Levantamento realizado pela Fundação de Apoio à Tecnologia (FAT), responsável pela organização e realização dos processos seletivos (Vestibulinho e Vestibular), mostra que o ensino ministrado nas Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais está entre os mais democráticos do país.

Nas Etecs, 77% dos mais de 53 mil aprovados no Vestibulinho para o 1º semestre de 2009 fizeram o Ensino Fundamental em escolas da rede pública. O índice é ainda maior nas Etecs do setor agropecuário: 89%. A faixa etária da maioria dos alunos é de até 17 anos (52%) e entre 18 e 23 anos (27%).

Empenhado em ampliar o acesso da população a esse ensino gratuito e de qualidade, o Governo do Estado realiza o maior investimento da história da instituição. A meta é chegar a 200 Etecs e 177 mil alunos (em cursos regulares, convênios com Secretaria de Educação, CEUs e curso a distância). Eram 126 unidades em 2006, hoje são 157. O Estado de São Paulo vai entregar, ao todo, 100 mil novas matrículas no ensino técnico. Para garantir esse crescimento, deverão ser criadas 33,5 mil novas vagas até o final de 2010.

Outra importante ferramenta para essa democratização foi a implantação do Sistema de Pontuação Acrescida, que concede bônus de 3% a estudantes afrodescendentes e de 10% a oriundos da rede pública. Caso o estudante esteja nas duas situações, recebe 13%.

No último Vestibulinho, cerca de 200 mil candidatos se inscreveram para disputar uma vaga num dos 83 cursos técnicos, número que demonstra o interesse dos jovens por um ensino que facilita o ingresso no mercado de trabalho: 77% dos técnicos formados pelas Etecs estão empregados após um ano de formados.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo