carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Mais de 2 mil vagas para a Região de Sorocaba



09/02/2012

Em 2012, o Governo de São Paulo deve oferecer 2040 vagas do programa Via Rápida Emprego para atender Sorocaba e região. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (9), durante a 12ª edição do Acelera São Paulo. O investimento estimado será de R$ 4,284 milhões, entre qualificação e bolsa de estudo. Os municípios beneficiados são: Alumínio, Araçoiaba da Serra, Boituva, Campina do Monte Alegre, Capão Bonito, Cerquilho, Cesário Lange, Guareí, Iperó, Itapetininga, Itapeva, Itararé, Itu, Laranjal Paulista, Mairinque, Pereiras, Piedade, Pilar do Sul, Porangaba, Porto Feliz, Ribeirão Branco, Ribeirão Grande, Salto, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo, São Roque, Sorocaba, Taquarivaí, Tatui, Tietê, Torre de Pedra e Votorantim.

Lançado pelo governador Geraldo Alckmin, em julho de 2011, o programa Via Rápida Emprego oferece cursos básicos de qualificação profissional com o intuito de capacitar gratuitamente a população que está em busca de oportunidade de emprego. Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, o programa oferece mais de 130 modalidades de cursos gratuitos, nas áreas da construção civil, comércio, serviços e indústria, com duração de 30 a 90 dias, dependendo da ocupação.

Em 2011, foram oferecidas 30 mil vagas em mais de 400 municípios. As aulas são ministradas em Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Centro Paula Souza, em salas descentralizadas de escolas estaduais, unidades do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat), da Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (Avape) e da Associação de Deficientes Visuais (Adeva). O programa conta também com unidades fixas e novas carretas móveis equipadas com laboratórios.

Os alunos recebem material didático e subsídio de transporte no valor de R$ 120. Os desempregados, sem seguro-desemprego ou benefício previdenciário, também têm direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210 durante o curso, podendo receber o total de R$ 330. “O objetivo é oferecer a chamada porta de saída dos programas de transferência de renda, ou seja, a qualificação para as pessoas gerarem renda, entrarem no mercado de trabalho e conquistarem sua autonomia”, afirma o secretário.

Em 2011, entre os municípios contemplados pelo Acelera SP na região de Sorocaba, foram investidos mais de R$ 3,6 milhões na criação de 1744 vagas em 34 cursos profissionalizantes distribuídos em 26 municípios.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo