carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

IPT testa projeto elaborado por Oscar Niemeyer



08/09/2009

O Centro de Metrologia de Fluidos (CMF), que abriga o túnel de vento do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento, realizou durante uma semana ensaios sobre esforços de vento para o desenvolvimento da estrutura de uma nova torre de transmissão de TV em Brasília (DF), com projeto do arquiteto Oscar Niemeyer.

Com investimento estimado em R$ 64 milhões, a torre será destinada ao sinal digital, terá 180 metros de altura - o que corresponde a um edifício de 60 pavimentos - e diâmetro médio de 12,5 metros. O empreendimento será construído em concreto com platôs intermediários, que abrigarão um restaurante panorâmico e outras áreas de lazer, e será localizado na região de Sobradinho, um dos pontos mais altos do DF.

O trabalho no túnel buscou simular os esforços a que a torre estará sujeita na situação real. “Isso é importante para que se possa obter a melhor relação custo-benefício no projeto estrutural”, afirma Gilder Nader, pesquisador do laboratório de vazão do CMF. Nader diz que esse tipo de estudo é normalmente feito para grandes estruturas de engenharia civil, como pontes, viadutos, ginásios de esportes, edifícios, entre outras. “Sem ensaios, os engenheiros teriam de superestimar os coeficientes de segurança e isso levaria a um custo maior”.

Para viabilizar os ensaios, os pesquisadores adotaram uma maquete da torre em escala 1:150, com 1,2 metro de altura por oito centímetros de diâmetro. Os testes foram referenciados pela norma NBR 6123, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que detalha as características dos ventos em cada região do país.

Nader diz que a projeção dos esforços sobre a estrutura foi considerada na situação limite de uma rajada de vento a 40 metros por segundo, de acordo com solicitação do cliente. Na norma, a velocidade de rajada do vento para Brasília é de 35 metros por segundo. A velocidade de 40 metros por segundo, segundo a norma, tem a possibilidade de ocorrer por três segundos em 50 anos e sua adoção eleva o nível de segurança do projeto.

Para simular as condições reais da área em que será feito o empreendimento também foram reproduzidas no túnel as características do vento natural da região, tais como, perfil de velocidade, rugosidade do terreno e turbulência.

Os esforços de vento foram detalhados em termos de forças diretas na estrutura e torque nas fundações. Esse segundo tipo de solicitação estrutural leva em conta o efeito da carga de vento em relação à altura da torre, como se fosse uma alavanca.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo