carregando...

Notícias

Notícias

IPT testa berços para atender normas da ABNT



24/10/2012

A norma brasileira, com foco na segurança de berços infantis, foi revisada e tornou-se compulsória em todo o território nacional, por meio da Portaria Inmetro número 269 de 21 de junho de 2011. Trata-se da “NBR 15.860 - Móveis - Berços dobráveis infantis tipo doméstico - Parte 1: Requisitos de segurança e Parte 2: Métodos de ensaio”. O documento legal estabelece que todos os berços produzidos a partir de dezembro de 2012 terão de obedecer aos requisitos da normalização.

O IPT realizou um estudo sobre a segurança dos berços comercializados no país há cerca de 30 anos; e na época foram utilizadas normas americanas, europeias e japonesas, pois ainda não existiam normas brasileiras para o produto.

Segundo a pesquisadora Maria José de Andrade Miranda, responsável pelo Laboratório de Madeira e Produtos Derivados (LMPD) do Centro de Tecnologia de Recursos Florestais do IPT, o laboratório já está capacitado a realizar verificações e ensaios previstos pela norma referente a berços: “Trata-se de uma nova ferramenta à disposição das empresas nacionais, que irá auxiliá-las na busca por mais qualidade e segurança para seus produtos. Para isso, serão contemplados aspectos dimensionais, dos materiais empregados, detalhes construtivos e sua resistência ao uso proposto. A norma técnica ensina ao fabricante a maneira correta de produzir o berço.”

A partir do final do ano os berços deverão sair das fábricas já identificados e certificados, mediante ensaios realizados por laboratórios acreditados e avaliações realizadas por Organismos de Certificação de Produto.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo