carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Investe SP traz empresa Norac para o estado de São Paulo



07/11/2013

A Norac, empresa francesa que produz diversas marcas de sanduíches naturais, saladas e outros alimentos refrigerados prontos para o consumo, escolheu a cidade de Ibiúna, no interior do estado, para construir sua primeira fábrica brasileira. A escolha do município como localização de sua nova unidade deve-se a assessoria realizada pela agência de atração de investimentos, Investe SP, orgão vinculado da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

A planta, que recebeu R$ 55 milhões em investimentos, foi inaugurada na manhã desta quarta-feira, 6 de novembro, durante cerimônia que contou com a presença do o presidente mundial da Norac, Bruno Caron, o presidente da empresa no Brasil, Bertrand Chambeir-Loir e o gerente geral de Investimentos e Negócios da Investe São Paulo, Wanius Ribeiro.

Segundo Caron, a nova planta conta atualmente com 53 funcionários, mas a previsão é de que, nos próximos dois a três anos, o número de empregados chegue a 350. “ Todos os nossos funcionários são brasileiros, com a exceção do presidente e dois diretores. Queremos fazer parte das famílias do Brasil, com produtos bonitos, saudáveis e gostosos”, disse o executivo.

A unidade tem 9,2 mil metros quadrados, mas tem capacidade de ser expandida para até 12 mil. O projeto, assessorado pela Investe São Paulo desde setembro de 2011, tem capacidade para produzir cerca de 35 milhões de itens por ano, que serão comercializados sob a marca Ateliê do Sabor. A expectativa é de que o faturamento seja de cerca de R$ 100 milhões por ano.
O objetivo é vender os produtos primeiramente para os municípios da Região Metropolitana de São Paulo e aos poucos expandir a distribuição para o resto do Estado.

“São Paulo conta com o maior mercado consumidor da América do Sul, tendo uma ampla rede de fornecedores e a melhor estrutura logística do País. A nova fábrica vai agregar ainda mais valor ao agronegócio local, gerando emprego e renda para a população da região de Ibiúna”, destaca o presidente da Investe SP Luciano Almeida, agência do governo paulista que assessora o empreendimento principalmente na área ambiental.

Em seu discurso no evento, Wanius também destacou a importância do atendimento da Investe SP depois que o projeto já está consolidado. “Vamos continuar assessorando a Norac em questões ambientais, tributárias e de infraestrutura. E quando a empresa quiser instalar novas unidades em outros locais do Estado, estaremos prontos para ajudar a encontrar a melhor área e participar de todo o processo novamente”, explicou.

Os sanduíches naturais e saladas prontas da Ateliê do Sabor serão vendidos em supermercados, lojas de conveniências, quiosques, lanchonetes e bares. O alface, matéria-prima mais frágil, será comprado de produtores locais da região de Ibiúna. A maior parte dos ingredientes industrializados como frios, queijos e laticínios também virão de indústrias do Estado de São Paulo.

O presidente da empresa no Brasil, Bertrand Chambert-Loir, destaca a importância da indústria alimentícia de São Paulo na decisão da Norac de instalar a fábrica no Estado. Segundo ele, a oferta de hortaliças da região de Ibiúna foi fundamental para a escolha da cidade, pois toda a produção da empresa é baseada em ingredientes frescos. Chambert-Loir também apontou a mudança de cultura alimentar dos brasileiros como um fator essencial.

“Na França, somos especialistas em comidas prontas e saudáveis. Identificamos que no Brasil, especialmente em grandes cidades como São Paulo, as pessoas estão mudando seus hábitos de consumo, preocupando-se mais em ter uma alimentação saudável e prática ao mesmo tempo. São cada vez mais mulheres trabalhando, mais gente passando mais tempo no transporte público e com pouco tempo para comer. E como São Paulo é o maior centro urbano do País, quisemos vir para cá primeiro”, explica.

Quanto à possibilidade de expansão dos negócios da Norac no Brasil, o executivo faz um paralelo com a presença da empresa em seu país natal. “Só na França, um país com cerca de 60 milhões de pessoas, temos cinco fábricas. Imagino que para o Estado de São Paulo, que tem 42 milhões de habitantes, uma fábrica dificilmente será suficiente”, afirma.

O presidente da Câmara dos Vereadores de Ibiúna, Carlos Marques, e o cônsul-geral da França em São Paulo Damian Loras também estiveram presentes na cerimônia de inauguração da nova planta. “As empresas francesas investem diretamente no Brasil muito mais do que exportam para cá, criando valor agregado e empregos. Hoje é grande dia para os dois países, porque estamos fortalecendo ainda mais nossas relações”, disse Loras.

Sobre o grupo Norac

A Norac é um grupo Francês que foi fundado em 1989. Possui atualmente 13 subsidiárias que manufaturam e vendem alimentos nos setores de padaria, petiscos, lanches naturais e saladas prontas para o consumo.
Seus produtos são principalmente vendidos no varejo, em locais que vendem comida rápida e portátil (chamadas de on-the-go, na Europa), como postos de gasolina, estações de trem, cafés e parques. São alimentos saborosos, práticos e seguros para serem comidos “quando, como e onde você quiser”, como diz o lema da empresa.
  
O grupo possui diversas marcas, cujos produtos são adaptados ao público a que atendem. Os produtos Dessaint, Daunat, La Boulangére, Le Ster e Whaou! são distribuídos em subsidiárias na Espanha e em Portugal e por parceiros em outros sete países. A Norac também tem uma fábrica no Marrocos, com a marca Sudaphi. A brasileira será a segunda da empresa fora da Europa.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo