carregando...

Notícias

Notícias

Investe SP e Emplasa reúnem-se para criar indicadores de competitividade



19/12/2014

Fonte: Investe São Paulo

Convênio foi assinado pelo presidente da Investe SP e pelo presidente da Emplasa (Stella Mafra/Investe SP)A Investe São Paulo e a Emplasa assinaram um convênio, para desenvolverem juntas, indicadores de competitividade para o estado, com foco na Macrometrópole paulista, na quinta-feira, 18 de dezembro, na sede da agência de promoção de investimentos paulista. As duas instituições vão formar um grupo de trabalho técnico, definindo indicadores, metodologias de apuração e de avaliação. A ideia é que o sistema criado possa acompanhar os resultados propostos no Plano de Ação da Macrometrópole (Pam) 2013-2014, o planejamento estratégico para a macrorregião lançado pela Emplasa, no final de 2011.

O estabelecimento do convênio está diretamente ligado à ação do Conselho Paulista de Competitividade, órgão colegiado que reúne representantes do Governo do Estado e da iniciativa privada para discutir políticas públicas que incentivem o desenvolvimento econômico de São Paulo. Assim, os índices criados vão ser úteis tanto no acompanhamento das ações do Pam, quanto na atuação do Conselho.

Durante a reunião de assinatura do convênio, a diretora de planejamento da Emplasa, Rovena Negreiros, apresentou a Carteira de projetos do Plano da Macrometrópole. Em seguida, a assessora da Diretoria da Investe SP, Laura Barbosa, e a representante da unidade de Estudos Econômicos e Monitoração das Dinâmicas Urbanas e Regionais da Emplasa, Ana Paula Rocha, apresentaram o plano de trabalho que guiará a criação do indicador de competitividade.

Sobre o Plano de Ação da Macrometrópole
O Plano de Ação da Macrometrópole Paulista é uma ferramenta de planejamento de longo prazo, que ajuda na formulação e implementação de políticas públicas e nas ações de governo para o território da Macrometrópole Paulista (MMP). Lançado em 2011, o Plano está em sua segunda fase e contou com a colaboração de 12 secretarias do Estado. O próximo passo consiste em definir o cenário desejado para 2040, ano base para a definição das estratégias de ação. O PAM abrange quatro regiões metropolitanas institucionalizadas do Estado – São Paulo, Campinas, Baixada Santista e Vale do Paraíba e Litoral Norte –, as aglomerações urbanas de Sorocaba, Jundiaí e Piracicaba, além das microrregiões de Bragantina e São Roque.

Para mais informações acesse o site.

Sobre a Emplasa
A Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano SA – Emplasa é um órgão vinculado à Secretaria Estadual da Casa Civil. Criada em 1974 - e formalmente constituída em 1975 - para cuidar do planejamento da Grande São Paulo, única região metropolitana então existente, a empresa tem hoje como foco de suas ações o território da Macrometrópole Paulista – MMP.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo