carregando...

Notícias

Notícias

Hospital das Clínicas alerta para importância da realização do teste do pezinho



04/06/2014

Fonte: USP com informações da Imprensa Central do HC
 
Na semana em que se comemora o Dia Nacional do Teste do Pezinho (6/6), a Clínica de Endocrinologia do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) alerta os pais para a importância da realização do exame nos bebês na primeira semana de vida.

Segundo a endocrinologista Tânia Sanchez Bachega, coordenadora do ambulatório de hiperplasia adrenal congênita,  o teste do pezinho é um exame rápido e totalmente gratuito que permite  diagnosticar, precocemente, doenças graves no bebê e  evitar complicações como a deficiência intelectual, além de outros prejuízos à qualidade de vida.

“É um exame preventivo que salva vidas”, explica. A coleta de sangue é feita no calcanhar do bebê e pode ser realizada nos postos de saúde. Para os bebês nascidos na rede privada, na maior parte dos casos, este exame preventivo já é coletado nas maternidades. Os pais devem se lembrar de ir buscar os resultados do teste. Muitas famílias confundem a impressão digital do pé, que serve para identificação do bebê, com o teste do pezinho, relata a médica.

Coletas tardias impactam no diagnóstico e, consequentemente, o tratamento de complicações pode ser prejudicado, causando sequelas graves, principalmente nos quadros de hipotireoidismo congênito ou da Hiperplasia Adrenal Congênita (HAC),  grupo de doenças genéticas em que as glândulas adrenais (suprarrenais) não funcionam corretamente e afetam a produção de hormônios essenciais para as funções do corpo. Ambas as doenças são muito frequentes na nossa população. Segundo Tânia Bachega, o hipotireoidismo congênito ocorre em aproximadamente um a cada 3 mil nascimentos e a HAC em 1 a cada 10 mil nascimentos no Brasil.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo