carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Governo inaugura Fatec em Barueri



17/08/2009

Prédio da Fatec foi entregue durante solenidade com o governador (Gilberto Marques/SPgov)O município de Barueri passa a contar a partir de agora com uma Faculdade de Tecnologia (Fatec), garantindo à população da Região Metropolitana novas oportunidades de acesso ao mercado de trabalho por meio de cursos gratuitos e de qualidade comprovada. O prédio foi entregue nesta segunda-feira, 17 de agosto, pelo governador José Serra e pelo secretário de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin. A obra recebeu investimentos de R$ 14,3 milhões. O Estado investiu, inicialmente, R$ 300 mil em equipamentos e mobiliário.

"Nós demos prioridade número um ao ensino no Estado de São Paulo e enfatizamos as áreas técnica e tecnológica. É muito importante oferecer oportunidades realistas para os jovens", declarou o governador José Serra, se referindo ao alto índice de empregabilidade dos cursos oferecidos pelo Centro Paula Souza.

No primeiro processo seletivo para a Fatec Barueri, cuja prova foi feita no dia 28 de junho, 438 inscritos disputaram as 80 vagas distribuídas entre os turnos da tarde e da noite. No período noturno, a procura foi de 9,23 candidatos por vaga, o que demonstra o interesse da comunidade pelo curso. "Tanto as Fatecs como as Etecs oferecem ensino de qualidade, gratuito, que vira emprego e ascensão profissional. E essa região é a mais atendida do Estado", disse o secretário de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin.

Unidade conta com 21 salas de aula e auditório para 170 pessoas (Cris Castelo Branco/SPgov)Nona unidade implantada na região da Grande São Paulo (excluindo as três unidades da capital), a Fatec vai oferecer, a partir desta semana, o curso de graduação tecnológica de Comércio Exterior. A nova unidade tem 7,2 mil m² de área construída e conta com 21 salas de aula, sala de leitura, elevadores, quatro laboratórios, auditório para 170 pessoas, biblioteca e quadra poliesportiva coberta. "É o melhor prédio do Estado. Não é apenas imponente, é também acolhedor", destacou o governador José Serra.

Dos nove municípios da Região Metropolitana que contam com uma Fatec, seis integram o Plano de Expansão para o Ensino Profissional - Barueri, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Santo André e São Caetano do Sul - uma das prioridades do governo estadual, cuja meta é dobrar o número de Fatecs até 2010, chegando a 52 unidades. Eram 26 em 2006. Hoje são 47 Fatecs em funcionamento, o que representa 90,38% da meta cumprida em apenas dois anos e meio. "Na região, nós tínhamos o fim até 2006, 770 vagas distribuídas em Etecs e Fatecs. Hoje temos 2430 vagas", disse o governador.

Empregabilidade
Nove em cada dez egressos das Fatecs estão empregados um ano depois de formados, aponta pesquisa do Sistema de Avaliação Institucional do Centro Paula Souza, órgão do Governo de São Paulo responsável pelo ensino técnico e tecnológico do Estado. Na edição recém-concluída da pesquisa anual, 92,8% dos alunos formados pelas Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs) estão empregados um ano depois de formados. Apesar da crise econômica mundial, esse número manteve-se praticamente inalterado em relação ao ano passado (93,2%). Dentre os tecnólogos empregados, 94,5% têm vínculo formal de trabalho. O estudo foi feito em 2008 com alunos que concluíram seus cursos em 2007, nas Faculdades de Tecnologia do governo paulista.

Vista do hall de entrada da nova Fatec inaugurada em Barueri (Gilberto Marques/SPgov)A empregabilidade aumentou 9,6 pontos percentuais do momento da conclusão do curso até um ano depois da formatura. Isso ocorre num período em que os índices de emprego do IBGE têm seus piores resultados desde 2001. Também o nível salarial cresceu, um ano após o término dos estudos: 17% saíram da faixa de até 3 salários-mínimos para receber remunerações maiores. Na média, os concluintes ganham 4 salários-mínimos e após um ano passam a receber mais de 5,5 salários-mínimos.

Os setores que mais empregam os formados pelas Fatecs são indústria (24,1%), informática (21%) e serviços (20,7%). Comércio (4,6%) teve uma ligeira queda em relação a 2008, quando o setor empregava 6,7% dos egressos. Por outro lado, o emprego na construção civil cresceu de 1,5% no estudo anterior para 4% agora. As grandes empresas são as que mais contratam (40%), seguidas pelas médias (19,5%) e pelo serviço público (18,9%).

 

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo