carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Governo de SP anuncia reajuste salarial de 10,2% para professores



25/04/2012

Governador e Secretário anunciam o reajuste durante coletiva de imprensa (Fabiano Guimarães/SDECT)

O governador Geraldo Alckmin e o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa, anunciaram nesta quarta-feira (25/04), a proposta de reajuste salarial de 10,2% para professores e servidores administrativos do Centro Paula Souza.


A porcentagem supera a inflação acumulada no período de maio de 2011 a abril de 2012 – 5,25%, segundo o IPC-Fipe, e representa um acréscimo de aproximadamente R$ 48,8 milhões sobre a folha de pagamento dos funcionários. Este é o segundo ano consecutivo que servidores do Centro Paula Souza ganham reajuste maior que a taxa inflacionária.

De acordo com o secretário, Paulo Alexandre Barbosa, o reajuste representa o reconhecimento do Governo do Estado à dedicação dos servidores do Paula Souza, um centro de excelência em educação do Brasil. “A capacitação técnica é fundamental para o desenvolvimento econômico de uma nação, e os educadores desempenham papel fundamental nesse processo. O governo trabalhou para que os servidores tivessem um ganho maior que a inflação, uma medida justa para esses profissionais”, acrescenta.

Até junho de 2011, o salário inicial para jornada de 200 horas era de R$ 2 mil para professores das Etecs e de R$ 3.600,00 para os das Fatecs. A partir da implementação da política salarial do Governo do Estado, em julho de 2011, que inclui dois reajustes (um em julho de 2011 e o outro anunciado hoje pelo governador) mais a equiparação de cargos e salários, os valores passam para R$ 2.740,00 e R$ 4.932,00, respectivamente – um aumento acumulado de 37%.

Para entrar em vigência em 1º de julho, a proposta de aumento será submetida à análise da Assembleia Legislativa. Se for aprovada, ela beneficiará mais de 17 mil profissionais – 10.351 professores das Escolas Técnicas (Etecs), 2.379 das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e 4.741 servidores administrativos da instituição. A proposta abrange também os inativos.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo