carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Governador lança pedra fundamental da Chery



19/07/2011

Alckmin durante o lançamento da pedra fundamental da montadora

O governador Geraldo Alckmin participou nesta terça-feira, 19 de junho, do lançamento da pedra fundamental da Chery. A primeira montadora de automóveis chinesa instalada fora da China será no Estado de São Paulo, na cidade de Jacareí, localizada a 80 km da capital.

A montadora chinesa investirá US$ 400 milhões na construção da unidade fabril, no Vale do Paraíba. As obras têm início em 2011 e devem ser concluídas até o fim de 2013. A primeira fábrica da empresa chinesa no Brasil terá 1 milhão de m² de área construída, sendo 400 mil na primeira etapa, e ficará próxima à BR 116 – Via Dutra. “A indústria automobilística é grande geradora de emprego ao longo de sua cadeia produtiva. O Brasil é o 7º produtor mundial de automóveis e o Estado de São Paulo é o 12º no mundo. Parabéns à Investe SP pelo esforço permanente em trazer empresas para São Paulo”, disse Alckmin.

A Chery produzirá, no início das operações, 50 mil veículos ao ano. Neste período, serão gerados cerca de 1,5 mil empregos diretos. O investimento poderá gerar ao todo 3 mil empregos diretos, com capacidade de produzir 150 mil veículos por ano. “Além dos empregos diretos, haverá a criação de vários postos de trabalho indiretos, que trarão novas oportunidades para os moradores das cidades do Vale do Paraíba, contribuindo para o desenvolvimento econômico regional do Estado”, explica o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa.

Montadora Chery investirá US$ 400 milhões na construção da unidade fabril em Jacareí

A instalação da unidade da Chery é resultado do trabalho de atração de empresas do Governo do Estado, por meio da agência Investe São Paulo, ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

A agência iniciou seu relacionamento com a Chery em meados de 2009. Em setembro de 2010 foi assinado, na China, um protocolo de intenções entre a Investe SP e a empresa chinesa. “Estamos apoiando a empresa na obtenção das licenças ambientais, da infraestrutura local e na interlocução com as concessionárias de serviços públicos da região”, afirmou o presidente da Investe SP, Luciano Almeida.

Além de fatores como logística, condições de infraestrutura, recursos humanos e mercado consumidor, a opção da Chery pelo Estado de São Paulo foi motivada pelo Programa Estadual de Incentivo ao Investimento pelo Fabricante de Veiculo Automotor (Pró-Veículo), regido pelo Decreto 53.051, de 3 de junho de 2008, que prevê a suspensão do pagamento do ICMS para a aquisição de mercadorias, equipamentos, partes e peças. “Não há nenhuma empresa do ramo automobilístico que não esteja de olho no mercado brasileiro. Gostaríamos de agradecer o Governo do Estado e a Prefeitura local por todo o apoio para nossa instalação”, disse Yin Tongyao, presidente da Chery Automobile.

A Chery possui 12 fábricas fora da China no sistema CKD (montagem com peça importadas). A unidade brasileira será a primeira a produzir veículos com equipamentos nacionais, com o objetivo de abastecer o mercado brasileiro e a América Latina.

Sobre a Investe SP
Criada em 2009, a Investe São Paulo – Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade é a porta de entrada das empresas que pretendem se instalar no Estado e também estimula a expansão de empreendimentos que já estão em São Paulo. A agência fornece gratuitamente informações estratégicas, ajuda os investidores a encontrar os melhores locais para o seu empreendimento e facilita o contato com órgãos públicos e privados. Esse trabalho é feito com o objetivo de promover a competitividade da economia, a geração de emprego e renda e a inovação tecnológica no Estado.

A agência possui neste momento 80 projetos em carteira, que contabilizam um potencial de investimento de US$ 22 bilhões, com capacidade de gerar cerca de 52 mil empregos diretos e 180 mil empregos indiretos. A Investe SP captou até o momento 13 grandes empresas para o Estado, que investirão R$ 5,2 bilhões na construção de suas fábricas, empregando mais de 14,2 mil trabalhadores.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo