carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

França e Alckmin tratam de incentivos para geração de empregos em 3 regiões



19/02/2015

Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação

Investimentos da Mercedes-Benz no Estado vão superar os R$ 570 milhões, fazendo crescer a arrecadação de tributos (Fabio Torquato/SDECTI)Em audiência com o governador Geraldo Alckmin, na tarde desta quinta-feira (19/2), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, vice-governador Márcio França, defendeu e assumiu compromissos no sentido de incentivar a produção e geração de empregos em três regiões diferentes no Estado: Gavião Peixoto, onde a Embraer produz aviões militares com 4 mil postos de trabalho; Iracemápolis, que receberá mil vagas da Mercedes-Benz para fabricar 20 mil veículos/ano. A empresa automobilística também fará investimentos numa pista de testes para incrementar suas vendas nas Américas, em local a ser definido.
 
Alckmin determinou a Márcio França ações de apoio para viabilizar ainda mais investimentos. O vice-governador estava acompanhado do presidente da Investe SP, Juan Quirós; do diretor Ermínio Lucci e dos executivos da Embraer Nelson Salgado, vice-presidente de Relações Institucionais e Mariana Luz, assessora. Pela Mercedes-Benz compareceram o presidente no Brasil, Philipp Schiemer; Luiz Moraes, Relações Institucionais e Sérgio Kacas, Relações Governamentais da empresa alemã.

O governador Alckmin deixou claro que as pautas do encontro representam o DNA de São Paulo: “Empregos, renda, investimento, conhecimento, inovação”.  

 Investimentos da Mercedes-Benz no Estado vão superar os R$ 570 milhões, fazendo crescer arrecadação de tributos  (Fabio Torquato/SDECTI)Liderança mundial
Em Gavião Peixoto a Embraer já aplicou 630 milhões de dólares desde 2001, onde foi criada a maior pista de pousos e decolagens do Hemisfério Sul, com 5 mil metros de extensão. Lá, são montados aviões, como o KC-390 - que vai revolucionar o mercado mundial - com peças fabricadas em Botucatu, onde a empresa mantém 2 mil empregados. E a tecnologia e o conhecimento vêm de São José dos Campos, que abriga os outros 11 mil empregados da Embraer que vivem no Brasil, sem contar mais 2 mil que atuam no exterior. 

Assim, com 19 mil empregados, a Embraer volta seus olhos para o crescente mercado mundial, sobretudo o Chinês, e se consolida como a terceira empresa global na aviação comercial e a segunda na executiva. É a maior exportadora de produtos de valor agregado do Brasil, com um superávit de 16 bilhões de dólares.

O objetivo da audiência foi incentivar ações de capacitação para as novas gerações, tendo em vista que a Embraer já formou 1.800 engenheiros. Para tanto, é preciso dar garantias para a continuidade das operações em Gavião Peixoto, na Região de Araraquara, missão dada pelo governador Geraldo Alckmin ao vice Márcio França.

“Mais escolas, hospitais”
Questões de infraestrutura, como melhores acessos, segurança e prevenção de incêndios e saneamento para a Região de Iracemápolis, foram tratadas pelo governador. O governador determinou medidas rápidas para atender às necessidades crescentes daquela região em função do aumento do fluxo de pessoas e mercadorias a partir da instalação da nova fábrica da empresa, que vai gerar 1.000 postos de trabalho direto, sem contar o aquecimento da economia em geral, sobretudo o setor de serviços. 

Os investimentos da Mercedes-Benz no Estado vão superar os R$ 570 milhões, fazendo crescer a arrecadação de tributos. Alckmin comemorou: “Isto é recurso para podermos fazer mais escolas, hospitais, mais recursos para investirmos na nossa gente”.  

Clique aqui para ver mais fotos

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo