carregando...

Notícias

Notícias

Fórum debate expansão do porto de Santos



27/08/2009

Secretário de Desenvolvimento apresentou medidas de SP contra crise (Karina Barbieri/Una Eventos)Cerca de 500 pessoas participaram dos debates da 7ª edição do Santos Export - Fórum Nacional para Expansão do Porto de Santos, realizado entre os dias 25 e 26 de agosto, no Mendes Convention Center, em Santos. O evento reuniu autoridades federais, estaduais, municipais e empresários do segmento portuário, logística, transporte e comércio exterior, além de sindicalistas, trabalhadores, membros de associações e comunidade em geral, com o objetivo de discutir ações para expansão e modernização do cais.

No último dia do fórum, o secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, apresentou as medidas do Estado contra a crise. Durante a sua exposição, o secretário apontou os principais investimentos do governo na área pública, que totalizam R$ 20,6 bilhões. Dentre os projetos em infraestrutura, o destaque foi para o Ferroanel Sul, que contará com 59 quilômetros de novas vias, ao lado do Rodoanel e do Mergulhão. “As obras vão contribuir consideravelmente com o transporte e o escoamento de cargas para o porto de Santos”, afirmou.

Entre as medidas econômicas, o secretário citou a redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a indústria náutica. A alíquota aplicada para operações internas de produtos e serviços do setor de embarcações era de 25%. Com o incentivo, o governo de São Paulo reduziu substancialmente o ICMS, que passou a ser de 7%. “O Estado abriga cerca de 80 empresas fabricantes de embarcações, a maior parte localizada em Guarujá e Santos. O setor mantém mais de 10 mil empregos diretos”, disse.

Durante o encerramento do encontro também foram apresentadas estratégias para a ampliação da atividade portuária com sustentabilidade ambiental, urbanística e social, seguida de uma mesa-redonda sobre as demandas dos usuários, com a participação do prefeito de Santos, João Paulo Tavares Papa, do presidente da Bunge Fertilizantes, Mário Alves Barbosa Neto, e do diretor-geral da Brasil Terminal Portuário, Henry James Robinson.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo