carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Fispal Latino



04/06/2007

Empresários do setor de alimentos de várias partes do estado de São Paulo participaram da terceira edição da Fispal Latino, a versão internacional das maiores feiras da América Latina no setor, realizadas há 23 anos em São Paulo. O evento ocorreu de 31 de maio a 02 de junho deste ano, em Miami, nos Estados Unidos. A 23ª edição da Fispal Tecnologia será realizada entre os dias 12 e 15 de junho, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

A Fispal Latino - feira internacional de alimentos, bebidas e tecnologias - contou com empresas de diversos países de toda América Latina (Brasil, Venezuela, Paraguai, Chile, Panamá, Colômbia, Costa Rica, entre outros) e Espanha, que expuseram seus produtos para um público profissional do setor de bebidas e alimentos de sabor latino.

Com a organização do Setor Comercial do Consulado dos Estados Unidos no Brasil, e chefiada pelo Sr. Renato Sabaíne, a delegação brasileira foi composta por 25 empresários paulistas e seis empresários paraguaios (o setor comercial do consulado dos EUA responde por toda América do Sul). Visitaram a feira diversos compradores, desde pequenas lojas de conveniência, donos de lojas de produtos exclusivamente brasileiros e latinos, até médias e grandes cadeias de supermercados e atacadistas - não só norte-americanos, mas de outros países da AL. Uma área de mais de 300 m², com oito ilhas em duas ruas da feira, foi destinada aos produtores paulistas de alimentos e bebidas.

O Governo do Estado busca incentivar a internacionalização das empresas paulistas, através do incremento das exportações paulistas em volume e em número de empresas exportadoras. Além do desenvolvimento do Produto Interno Bruto do Estado, a internacionalização permite também que as empresas se fortaleçam contra a concorrência internacional, preservando e aumentando empregos e produção.

Dentre as ações da Secretaria de Desenvolvimento, o programa o “Espaço São Paulo” em feiras internacionais dá ênfase às empresas paulistas de pequeno e médio porte e também aos APO – Arranjos Produtivos Organizados do Estado–, que expõem seus produtos e estabelecem contatos com potenciais importadores no exterior. Trata-se de uma ação de promoção comercial, que se justifica pela necessidade de apoio ao pequeno e médio empresário, que, sem este, não tem condições de participar individualmente em um evento internacional. O programa conta com o apoio do Sebrae-SP – Serviço de Apoio a Micro e Pequena Empresa do Estado de São Paulo

Camacol
Paralelo à feira, ocorreu o 28º Congresso Hemisférico da Câmara de Comércio Latina – Camacol. Nesse Congresso, encontraram-se delegações de 20 Câmaras de Comércio de diferentes países para discutir temas políticos e econômicos da atualidade, com o principal objetivo de estabelecer acordos de livre comércio.

No Summit dos supermercados (Supermarket Summit) da América Latina, o deputado Orlando Morando Junior (PSDB), vice-presidente da Abras (Associação Brasileira de Supermercados) representou São Paulo. A reunião construiu uma plataforma para debater as principais questões do setor e fazer negócios, integrando processos com a indústria e criando novas correntes de comércio.

Com diversos painéis de assuntos gerais sobre comércio, destacou-se a participação paulista no Fórum sobre o Etanol, denominado “Ethanol: Miami Bridges the Gap”, que contou com a participação de autoridades norte-americanas, colombianas, argentinas e brasileiras. Entre eles o secretário de Agricultura, João Sampaio; o deputado federal, Duarte Nogueira; além do diretor da Petrobrás. Destacou-se o acordo celebrado entre Brasil e EUA – produtores de 80% do etanol mundial – que disponibilizará investimentos na ordem de 1,6 bilhão de dólares para o desenvolvimento do etanol.

Cidade de São Paulo

Um dos painéis do Congresso da Camacol foi destinado à cidade de São Paulo. O Secretário Municipal de Relações Internacionais de São Paulo, Alfredo Cutait, realizou uma apresentação sobre a cidade e as oportunidades de investimentos na capital.

Os empresários também assistiram a palestras do Secom – setor comercial do consulado brasileiro em Miami - e da Câmara Brasileira de Tampa (que já realizou quatro missões vendedoras em Tampa para empresas brasileiras no ano de 2006).

Visitas técnicas

No dia 28/5, antes da realização da feira, foram programadas três visitas técnicas a atacadistas e supermercados: Cotsco, Publix e Walgreens. Além das visitas, a comitiva brasileira assistiu a uma palestra da APEX (Agência de Promoção de Exportações e Investimentos) sobre Centros de Distribuição de Miami e de outros continentes.

Nestas visitas os empresários puderam visualizar como os produtos importados são comercializados (embalagens, preços). Conheceram a “prateleira de produtos brasileiros” no supermercado Publix e as exigências e obstáculos para “chegar lá”.

Encontros de negócios

No período da manhã do dia 29, foram realizados encontros de negócios no hotel Continental (onde estava hospedada a delegação), com o escritório de representação da Cotia Trading e da Triunfo, ambos importadores e distribuidores de produtos alimentícios brasileiros. Uma mesa de exposição das amostras foi montada e os compradores destes escritórios conversaram com cada empresário, que teve a oportunidade de mostrar seus produtos (amostras e catálogos) e receber orientações sobre o mercado, canais de distribuição, embalagens, marketing, preços, quantidades, etc. Os produtos que tiveram mais interesse foram os de selo de produto orgânico e os de sabores exóticos. Para algumas empresas o contato foi muito proveitoso e as conversas continuarão para as devidas preparações e estabelecimento de planos para inserção dos produtos nas cadeias de supermercados, atacadistas ou lojas de conveniência, conforme o caso.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo