carregando...

Notícias

Notícias

Fapesp faz convênio para produção de medicamentos



01/03/2011

Pesquisadores poderão apresentar seus projetos até o próximo dia 10 de junho

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e a Biolab Farmacêutica lançaram nesta terça-feira, 1º de março, chamada de propostas de pesquisas para projetos com potencial de aumentar o conhecimento aplicável na prevenção e no tratamento de doenças crônicas, degenerativas ou de alta incidência. Pesquisadores do Estado de São Paulo poderão apresentar seus projetos até o próximo dia 10 de junho.

O objetivo é gerar resultados que possam ser aplicados no desenvolvimento de medicamentos inovadores e fomentar a pesquisa científica brasileira. A Fapesp e a Biolab destinarão até R$ 5 milhões, divididos igualmente entre as partes, para apoiar as propostas selecionadas. Esta é a primeira vez que a Fapesp lança chamada pública para pesquisas em parceria com uma indústria farmacêutica na área de saúde humana.

A chamada apoiará pesquisas em oncologia – sobre tumores de difícil tratamento ou para os quais não existam medicamentos –, doenças degenerativas imunomoduladas e do sistema nervoso central, disfunções hormonais, diabetes e doenças provocadas por fungos, bactérias, protozoários ou vírus. Também poderão ser financiadas pesquisas sobre distúrbios cardiovasculares, processos inflamatórios envolvidos em diferentes patologias, princípios ativos moduladores da pigmentação da pele e distúrbios gastrointestinais.

Chamada apoiará pesquisas em oncologia, diabetes e outras enfermidades

As propostas devem ser apresentadas por pesquisadores de instituições de ensino superior e de pesquisa, públicas ou privadas, no Estado de São Paulo. Aplicam-se as condições e restrições do Programa Fapesp de Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (Pite).

“A Fapesp investe na intensificação das colaborações em pesquisa entre universidades ou institutos de pesquisa e empresas buscando, com isso, benefícios para a pesquisa no Estado de São Paulo. A Biolab tem uma tradição em pesquisa em desenvolvimento na área farmacêutica e sabe valorizar a excelência em pesquisa”, disse Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fapesp.

“O acordo de cooperação entre a Biolab e a Fapesp é um exemplo de como a parceria público-privada pode apoiar o País a crescer e ajudar milhões de pessoas a obter melhor qualidade de vida”, disse Dante Alário Júnior, chief scientific officer da Biolab.

A expectativa das instituições é que os projetos apresentados proponham investigação sobre ensaios de eficácia e caracterização farmacodinâmica, determinação do mecanismo de ação, caracterização de ingredientes ativos e desenvolvimento de métodos analíticos de fármacos.

Entre outros critérios, a seleção das propostas valorizará originalidade, ousadia e qualidade do projeto, viabilidade da execução e potencial para ampla disseminação e uso da inovação.

Mais informações sobre a chamada: www.fapesp.br/acordos/biolab

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo