carregando...

Notícias

Notícias

Fapesp estreita relações em educação e pesquisa com Austrália



22/04/2015

Fonte: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

A aproximação das universidades australianas com as universidades do Estado de São Paulo e as possibilidades de estreitar a relação entre seus pesquisadores, considerando aspectos educacionais e acadêmicos, foram temas da visita da cônsul da Austrália em São Paulo, Sheila Lunter, à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), na sexta-feira, dia 17 de abril.

Lunter foi recebida pelo presidente da Fapesp, Celso Lafer. A cônsul, que também é adido comercial da Australian Trade Comission e responde pelas relações comerciais daquele país em São Paulo, é responsável pela vinda da Missão Oficial do Governo do Estado de Victoria à São Paulo, que ocorrerá nos dias 22 e 23 de abril.

A missão conta com o apoio da Fundação e é composta por representantes de instituições do Estado de Victoria e pesquisadores de diferentes universidades australianas.

Chefiada pelo ministro de Educação Profissional e Tecnológica do Estado de Victoria, Steve Herbert, a missão tem o objetivo de reforçar a intenção de estreitar relações com instituições latino-americanas de ensino e pesquisa.

Ao lado de Lafer, o ministro australiano irá abrir as discussões em uma série de encontros entre reitores, professores e pesquisadores de diversas universidades do Estado de Victoria com seus pares nas universidades paulistas.

O pano de fundo das discussões é o know-how desenvolvido pelos australianos na questão da água, após 14 anos de secas consecutivas em seu país.

Serão discutidos pontos como Situação da Água do Estado de São Paulo, Planejamento e Previsão, Governança e Políticas, Mudanças Climáticas, Agricultura e Água e Gestão de Água Urbana. Além desses, outros temas serão debatidos em mesas-redondas, como Prioridades de Pesquisa e Pesquisa Aplicada, Cooperação Internacional em Pesquisa e Planejamento Urbano.
Após passar por São Paulo, a missão, que já esteve em Santiago (Chile), segue para Bogotá (Colômbia) e Lima (Peru).

“O Estado de Victoria busca estreitar relações com a América Latina devido a seu potencial de crescimento, nas mais variadas áreas, e também por similaridades encontradas entre os países da região e a Austrália. É uma cooperação sul-sul, que ganha força à medida que haja troca de informações, projetos e pesquisas conjuntas”, disse Lunter. 

A Fapesp mantém acordos de cooperação com a Australian National University (ANU), Australian Technology Network of Universities (ATN), University of Melbourne, University of New South Wales, University of Sydney e a Victoria University.

Todos os acordos assinados pela Fundação com instituições australianas foram feitos a partir de 2013. Dos acordos firmados, já houve chamada de propostas de pesquisa conjunta com três universidades, com 19 projetos aprovados, todos em andamento.

Com a University of Melbourne e a Victoria University, uma chamada está aberta até o dia 27 de abril de 2015, para o financiamento conjunto de pesquisas resultantes de projetos selecionados no âmbito do Programa Fapesp – São Paulo Researchers in International Collaboration (Sprint).

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo