carregando...

Notícias

Notícias

Etecs estão na final do Técnico Empreendedor



02/11/2009

Estudantes desenvolveram projetos que trazem benefícios à comunidade (Luiz Leite/Centro Paula Souza)

Duas Escolas Técnicas (Etecs) do Centro Paula Souza vão disputar a final nacional do Prêmio Técnico Empreendedor. A competição tem o objetivo de estimular, reconhecer e divulgar as atividades de empreendedorismo e cooperativismo desenvolvidas pelos alunos de cursos técnicos de instituições de educação profissional e tecnológica. Os projetos dos alunos da Etec de Lins e da Etec Prof. Alcídio de Souza Prado (Orlândia) ficaram entre os três melhores da Região Sudeste do País e vão disputar a finalíssima nacional em Brasília, no próximo dia 25 de novembro.


Para concorrer ao prêmio, os estudantes tiveram que desenvolver, sob orientação de professores, projetos de empresas com possibilidades de transformação em negócios executáveis e que comprovadamente contribuam com o processo de desenvolvimento socioeconômico das comunidades ao redor.

Dois estudantes do curso de Edificações da Etec de Lins elaboraram uma fábrica de blocos produzidos com resíduos de construção civil. De acordo com os alunos, a coleta de material para a fabricação dos blocos apresentaria um impacto positivo importante. “Em Lins, já tivemos nascentes de rio comprometidas por causa de entulho. Ao retirarmos esse material, reduzimos o impacto ambiental e teremos matéria-prima a custo zero”, explica Bruno Tosti, um dos integrantes do grupo.

Na Etec de Orlândia, o projeto é de um empório especializado em doces especiais para pessoas portadoras de diabetes, hipertensão e colesterol alto. Além de receitas especiais, a loja ofereceria um espaço para exercícios físicos e fisioterapia. “Fizemos uma pesquisa de campo para avaliar a viabilidade do projeto e tivemos 100% de aceitação entre os entrevistados”, disse Caroline Parizi, uma das quatro alunas do curso de administração envolvidas no trabalho.

“Projetos assim são fundamentais para que o País construa uma sociedade mais justa no futuro, que melhore a geração de emprego e de renda. É muito gratificante encontrarmos dentro de nossas escolas iniciativas como essas, que aliam criatividade, empreendedorismo e responsabilidade social”, ressaltou Elenice Belmonte, durante homengem aos vencedores da etapa regional, no último dia 30 de outubro, na sede do Sebrae-SP.

O evento é promovido pelo Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Ministério da Agricultura e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo